CONSCIENCIOLOGIA E PROJECIOLOGIA – A CIÊNCIA DA NOVA ERA

estudio-experiencia-fuera-del-cuerpo

CONSCIENCIOLOGIA

A Conscienciologia é a ciência que estuda a consciência – ser, ego, alma, self, princípio inteligente – e suas diversas formas de manifestação. A consciência é você, um ser vivo autoconsciente que se manifesta em outras dimensões fora da vida humana. O termo conscienciologia vem do Latim: conscientia – com conhecimento e do Grego: logos – estudo.

A Conscienciologia estuda a consciência “inteira”, considerando todos os seus corpos, dimensões e existências, em um enfoque integrado. A consciência é a nossa realidade maior, mais do que a energia e a matéria, outras de nossas realidades. Nossa consciência não é o corpo físico nem um subproduto do cérebro humano. Na realidade, podemos nos manifestar além do corpo humano e, portanto, do cérebro. Esse fato pode ser verificado através das experiências fora do corpo.

A consciência pode se manifestar a partir de 4 estados básicos:

  1. Estado consciencial intrafísico. Corresponde ao estado de consciência na dimensão física, imersa na matéria vitalizada do corpo físico.
  2. Estado consciencial extrafísico. Corresponde ao estado de consciência na dimensão extrafísica, após ter desativado o corpo físico (morte biológica) ou antes do renascimento.
  3. Estado consciencial projetivo. Corresponde ao estado de consciência projetado para fora do corpo físico, aquele em que o indivíduo se encontra temporariamente com seus veículos de manifestação em descoincidência.
  4. Estado de consciência contínua. Corresponde ao estado de consciência completamente lúcido, no qual a pessoa percebe todo o processo de separação dos corpos, a soltura do energossoma, do psicossoma, podendo chegar à soltura do mentalsoma ou à projeção mental.

Para se manifestar a partir desses 4 estados conscienciais básicos, a consciência utiliza seu conjunto de corpos, ou seja, o holossoma:

  1. Soma: corpo humano.
  2. Energossoma: corpo energético.
  3. Psicossoma: corpo emocional.
  4. Mentalsoma: corpo mental.

Na vigília física, esses veículos estão coincididos. Na vida não-física (extrafísica), quando estamos projetados ou no estado extrafísico, ocorre a descoincidência entre esses veículos de manifestação consciencial, levando-nos a nos manifestar em múltiplas dimensões, além da dimensão física.

A consciência é multiexistencial. A vida humana atual é apenas uma dentre as várias existências da consciência. Já vivemos muitas vidas no passado e viveremos muitas outras no futuro. Em Conscienciologia, essa série de existências da consciência recebe o nome de seriéxis.

A base de manifestação de todas as consciências é constituída por 3 componentes indissociáveis, a que denominados de PENSENE: a idéia ou pensamento (PEN), a emoção ou sentimento (SEN) e a energia (ENE).

A consciência penseniza o tempo todo, ou seja, elabora pensamentos e emite energias sadias ou patológicas, conforme seu estado consciencial. Assim, interage emitindo e recebendo pensenes, em qualquer dimensão (física ou extrafísica) em que se encontre. Tal fato reforça a importância de conhecer mais a fundo seu padrão de pensamento, para identificar padrões externos e ser capaz de perceber quais os seus pensenes e quais os dos outros com os quais está interagindo. Daí a importância de promover a higienização ou a profilaxia dos próprios pensenes, para manifestar-se de modo mais sadio e maduro no local ou ambiente onde atua.

A partir dessas abordagens de estudo da consciência, a Conscienciologia oportuniza a potencialização de várias posturas prioritárias à evolução:

  1. Entendimento da indestrutibilidade da consciência.
  2. Vivência de emoções e sentimentos racionalizados.
  3. Melhoria da capacidade de discernimento.
  4. Reconhecimento de si próprio como agente catalisador da evolução de todos.
  5. Organização racional das próprias idéias.
  6. Ampliação do nível de originalidade do seu trabalho pessoal.
  7. Obtenção de um nível máximo de desrepressão.

Especialidades

A Conscienciologia, ciência multidisciplinar e multidimensional, exige análise acurada de suas especialidades e sub-especialidades. O quadro sinóptico a seguir, mostra as interrelações dessas especialidades, considerando como critério de ordenação, a abrangência espacial em 6 Ordens Lógicas. A elaboração do quadro sinóptico constitui-se de maneira análoga a um estudo anatômico, através do qual vamos situando espacialmente cada elemento (especialidade) em relação aos outros (partes) e ao todo (Conscienciologia).

 

QUADRO DE ESPECIALIDADES DA CONSCIENCIOLOGIA
1ª Ordem Lógica 2ª Ordem Lógica 3ª Ordem Lógica 4ª Ordem Lógica 5ª Ordem Lógica 6ª Ordem Lógica
Pensenologia Evoluciologia Experimentologia Parabiologia Parabotânica
Parazoologia
Comunicologia Conviviologia Assistenciologia
Projeciologia Projeciografia
Projeciocrítica
Cosmo-análise
Parapedagogia Infocomunicologia
Holorresomática Intrafisicologia Ressomática
Proexologia
Invexologia
Recexologia
Dessomática
Extrafisicologia Intermissiologia
Parageografia
Paratecnologia
Parassociologia Conscienciocentrologia
Paracronologia Para-história
Consciencioterapia Paraclínica Paraprofilaxia
Parassemiologia
Paraterapêutica
Projecioterapia
Paracirurgia Paranestesia
Parassepsia
Para-hemostasia
Paracicratrização
Holocarmalogia Egocarmalogia
Grupocarmalogia
Policarmalogia
Holomaturologia Conscienciometria Despertologia
Serenologia
Cosmoética
Holossomática Somática Sexossomática Androssomática
Ginossomática
Macrossomática
Holochacralogia
Psicossomática Paragenética
Paraneurologia
Mentalsomática Mnemossomática
Paranatomia
Parafisiologia Parafenomenologia Parapercepciologia Cosmoconscienciologia
Para-regeneração
Parapatologia
Homeostática

PROJECIOLOGIA

A Projeciologia é um subcampo ou especialidade da ciência Conscienciologia, que estuda as projeções da consciência para fora do corpo físico, ou seja, as ações da consciência (ego, self ou personalidade humana) em dimensões não físicas, livre do restringimento do corpo biológico. A ciência Projeciologia também investiga outros fenômenos projeciológicos, tais como: bilocação, clarividência, experiência de quase-morte (EQM), intuição, precognição, retrocognição, telepatia, entre outros. O termo projeciologia vem do Latim, projectio, projeção e do Grego, logos, tratado.

O fenômeno projetivo é relatado desde a Antiguidade nas mais variadas culturas. Vem desde as chamadas iniciações no período Antigo, o culto ao kha do antigo Egito, o homo duplex descrito pelo escritor francês Honoré de Balzac, até a recente denominação, ainda mísitica, conhecida por desdobramento ou projeção astral.

Hoje, denominado de projeção da consciência ou experiência fora do corpo (out of-the-body experience – OBE), por cientistas e pesquisadores, o fenômeno passou a ser estudado de modo científico, propiciando a autopercepção de que é natural e fisiológico, e de que ocorre com todas as pessoas independente de seu conjunto de valores, credo, raça, sexo, idade, classe social e nível cultural, classificando-se como fenômeno universal.

A ciência Projeciologia foi proposta em 1981, a partir da publicação do livro Projeções da Consciência, de autoria do médico e pesquisador Waldo Vieira, projetor consciente desde os 9 anos de idade. Em 1986, Waldo Vieira publica o tratado Projeciologia – Panorama das Experiências da Consciência Fora do Corpo Humano, hoje (2010), em sua 4ª edição, com 1232 páginas e 2040 referências bibliográficas, sendo considerado uma referência internacional sobre o estudo da projeção consciente.

Pesquisas internacionais indicam que a projeção de modo consciente é alcançada e vivida por milhões de pessoas em todo planeta. Todos nós saímos do corpo, normalmente quando dormimos. No entanto, para a maioria da humanidade, falta lucidez durante a experiência extracorpórea e rememoração do fenômeno projetivo vivenciado. Por essa razão, muitos pensam que a projeção não existe. E por não trazerem dela uma lembrança clara, confundem-na com sonhos.

Sair do corpo humano, com lucidez, é a mais preciosa e prática fonte de esclarecimentos e informações prioritárias acerca dos mais importantes problemas da vida, elucidando-nos sobre quem somos, de onde viemos e para onde vamos.

(Waldo Vieira, Nossa Evolução, 1997)

Diferenças entre sonho e projeção

Nos sonhos, assim como no devaneio, imaginação, alucinação, desequilíbrio mental ou distúrbios psicofisiológicos, não temos controle sobre nossas ações. Entretanto, na projeção consciente, atuamos por nossa própria vontade e determinação. Há várias pesquisas evidenciando as diferenças entre a projeção e esses estados alterados de consciência.

Veículos de manifestação

A consciência utiliza vários corpos ou veículos para se manifestar. O corpo humano ou soma é o veículo mais denso, percebido pelos sentidos físicos, quando estamos acordados, durante a vigília, momento em que todos os veículos de manifestação encontram-se em coincidência, encaixados uns nos outros. Durante o sono ou através de relaxamento físico, por exemplo, estes corpos se desencaixam ou entram em descoincidência, possibilitando à consciência, projetar-se para fora do corpo físico e atuar a partir de outro corpo, mais sutil ou menos denso, o corpo emocional ou psicossoma. O corpo físico permanece dormindo, inanimado, vazio de consciência, sendo mantido apenas pelas funções autônomas biológicas. Enquanto isso, a sede da nossa consciência que se encontra no psicossoma, pode atuar livremente, em outras dimensões. Há ainda a manifestação através do corpo mental ou mentalsoma, sinalizando maior nível de lucidez e racionalidade e menos emotividade. A manifestação da consciência é também bioenergética, quando utiliza o corpo energético ou energossoma, responsável pela saúde e vitalidade. Ao conjunto de todos esses corpos (soma, psicossoma, mentalsoma e energossoma) denominamos holossoma.

Durante uma projeção consciente, é comum a pessoa sentir-se flutuando acima de seu corpo físico. Outras vezes, ela é capaz de ver o próprio corpo adormecido no leito. O projetor também pode sentir vibrações agradáveis em todo corpo, sons ou ruídos dentro da cabeça, sensação de queda-livre, incapacidade temporária de mover o corpo físico, sensação de inchar ou inflar como balão e vários outros sinais correlacionados ao fenômeno projetivo.

Tipos de projeções

Quase sempre nossas projeções ocorrem de modo involuntário ou espontâneo, durante o sono natural ou até mesmo durante um simples cochilo. Em outros casos, a projeção consciente ocorre em situações críticas, como é o caso das Experiências de Quase-Morte (EQMs), tipo de projeção forçada, compulsória ou patológica, causada por traumas orgânicos, acidentes físicos e comum a pacientes terminais ou sobreviventes da morte clínica.

A Projeciologia propõe técnicas projetivas para que o interessado obtenha projeções conscientes voluntárias, sadias e planejadas. Esse tipo de projeção oferece maiores índices de lucidez e rememoração, auxilia o indivíduo a desenvolver o autodomínio emocional, a perder o medo da morte, a repensar seus valores, a dinamizar o autoconhecimento e a entender sua real procedência.

 

 

IIPC – Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia – Educação e Pesquisa

http://www.iipc.org

Anúncios

ACELERAÇÃO DO TEMPO IMPULSIONA A HUMANIDADE A ENTRAR NA QUINTA DIMENSÃO

509

Meus amados:

Vocês estão vivendo um momento único em seu planeta e como devem ter notado, a questão do tempo está se tornando um problema para muitos de vocês.

O tempo em seu planeta está acelerado e isto está gerando cansaço em seus corpos físicos, além de uma imensa quantidade de sensações emocionais, pois se sentem mal quando se percebem com “falta de tempo” para executarem as tarefas do dia-a-dia.

A expansão da consciência é fundamental para a ascensão

Tenho dito que o fator tempo é o elemento fundamental que vai impulsionar a Humanidade a sair da terceira dimensão.

O fator aceleração do tempo está mostrando que começa a tornar-se impossível viverem a tridimensionalidade e a sua realidade tal como estavam acostumados.

Vocês estão muito próximos do momento em que não mais conseguirão manter-se na tridimensionalidade e Nós acreditamos que estas sensações lhes impulsionarão para vibrações superiores.

Tenho dito que a parte de vocês que vai comandar o processo de ascensão é a mente, pois com a expansão de suas consciências vocês compreenderão e entenderão sobre as Leis de Tempo do Universo local e sobre o seu potencial criador. Isso os levará a vivenciar os patamares superiores da existência.

Melqusiedeque diz que podemos comandar o tempo.
Mas como?

Eu estou aqui para lhes dizer que o tempo pode ser manipulado conforme você o comanda com a sua mente. Estou aqui para lhes dizer que é o momento de aprenderem a comandar o tempo.

Há que compreender que o conceito de tempo é muito diferente daquilo que aprenderam nas escolas. O tempo linear só existe na terceira dimensão e esta percepção agora deve ser deixada de lado a fim de que vocês se concentrem em entrar numa percepção de tempo espiralado, aprendendo formas diferentes de estar e de existir na realidade física.

As consequências da aceleração do tempo

A aceleração do tempo está gerando muito cansaço em seus corpos físicos porque estão ainda resistindo a assumirem as condições do não-tempo/não espaço.

Vocês estão querendo fazer as mesmas coisas que faziam na velha Terra, baseando-se ainda nos relógios lineares da sua realidade. Há que sair do tempo linear e Eu sugiro que deixem os seus relógios em casa.

Eu os estimulo a encontrar outra forma de “medir” os quadrantes do seu dia, e uma boa forma de fazer isso é configurar o seu dia em sequências de ações e não mais em sequências de horas.

Para que vocês Me compreendam, Eu explico melhor: sigam o dia computando ações, metas, objetivos, tarefas e atividades.

Concentrem-se nas funções e deixem de seguir das horas do relógio.

Eu digo que vocês devem modificar todos os segmentos da sua organização social a fim de que se estabeleça na nova percepção de tempo.

A Humanidade precisa modificar as relações com o trabalho. Vocês estão aptos para transformarem as relações em todos os níveis e poderiam começar com as suas relações de trabalho.

A forma de contratação profissional já há muito deveria se basear nas funções e tarefas. Porém, vejo que ainda baseiam-se no relógio! Quando vocês assumem o compromisso de trabalharem por 8 horas, por exemplo, estão priorizando o relógio e não as tarefas que devem executar.

Vemos que isso acaba por gerar tempo ocioso, sem produtividade, uma vez que devem cumprir uma tabela de horas e não uma tabela de funções.

A fim de cumprir uma tabela de horas, vocês também buscaram preencher as horas do relógio com mais e mais ações, sobrecarregando-se de tarefas e funções, levando a Humanidade a permanecer nos locais de trabalho mais “tempo” do que o necessário.

E vemos que isto parece não ter fim. Vemos que se sobrecarregam mais e mais e nos preocupamos com a falta de limite, pois não sabemos onde vão parar se acaso não se abrirem para modificar este aspecto. Ações, tarefas, funções e objetivos deveriam estar à frente do relógio.

Vocês deveriam ir para casa quando tivessem terminado a demanda daquele dia. Vocês deveriam ser comandados por metas e objetivos, não mais pelo relógio!

O tema “carga horária” deveria sair de seus contratos empresariais, assim como dos seus contratos escolares e/ou afins! Vocês já podem priorizar funções, metas e objetivos, e Eu sugiro que comecem a computar o seu dia por aquilo que se propuseram a fazer, saindo do relógio mecânico e digital.

Você tem coragem de deixar o relógio em casa?

Experimentem ousar e fazer diferente. Experimentem deixar o relógio em casa e olhem para as sequencias de ações. Deixem que o biorritmo do seu corpo lhes diga a hora de comer, a hora de dormir, a hora de passear, a hora de trabalhar.

Sei o quanto é difícil começar, especialmente quando todos ao redor estão ainda na velha consciência de tempo. Porém, alguém deve começar!

Se cada qual começar a vivenciar o tempo de forma diferente, haverá um momento em que toda a Humanidade absorverá essa nova percepção.

Quero que deixem de ser comandados pelo relógio, pois ele mede um tempo que está deixando de existir para vocês!

Transição Planetária de forma suave:
Um compromisso com o Plano Espiritual

Nós lhes dissemos que a Transição Planetária seria suave. Suaves serão os seus aprendizados e suavemente vocês se moverão. Mas para isso, devem deixar de resistir, pois tendem a se apegar ao velho. Sugiro que se abram para que possam encontrar novas formas de estar no seu mundo!

Tenho dito que a aceleração do tempo os direcionará para a quinta dimensão. E aqui está o grande momento e o grande desafio.

Como é o tempo na quinta dimensão?

Quero que saibam que na quinta dimensão o tempo está a nosso favor!

Nós somos os Senhores do Tempo e vocês estão aprendendo a ser como Nós.

Ser o Senhor do Tempo nos dá a liberdade de determinarmos se o tempo pára ou se o tempo anda, se o tempo corre ou se o tempo volta.

Nós esticamos ou encurtamos o tempo e se vocês quiserem aprender, verão como isso pode ser tão simples!

Um período de transição:
Duas dimensões ao mesmo tempo

Vocês estão vivendo em duas dimensões ao mesmo tempo!
Tarefa não muito simples, porém estimulante e desafiadora.

E viver em duas dimensões ao mesmo tempo significa que estão absorvendo os recursos das dimensões superiores, e esses mesmos recursos devem ser utilizados na tridimensionalidade.

Posturas, atitudes, sentimentos e pensamentos típicos da quinta dimensão precisam se manifestar exatamente onde estão, pois só assim se preparam para instalarem-se definitivamente na quinta dimensão.

Deixem adiar as suas ações para quando estiverem nos níveis superiores, pois o caminho não é esse.

O momento é agora.

Melqusiedeque recomenda:

1. Coloque sua consciência no agora.

2. Desligue a sua mente do passado e deixe de sentir a ansiedade do futuro.

3. Baseie-se no relógio biológico, ele vai te ditar o momento de agir, o momento de descansar.

4. Comande o tempo, esticando-o, encurtando-o, parando-o. Experimente.

5. Intencione viver o seu dia na quinta dimensão.

Melquisedeque propõe um exercício:

1. Antes de começar o seu dia, invoque a Espiral Dourada de Melquisedeque.

2. Visualize-se entrando nela.

3. Comande: “Eleva-me para a quinta dimensão”!

4. Intencione viver o seu dia na quinta dimensão.

E então, comande o tempo conforme necessite:

1ª. Sugestão: Você pensa que tem muitas coisas para fazer em pouco tempo?

1. Faça uma lista de ações.

2. Olhe para o tempo tridimensional e pense quando precisa terminá-las.

3. E comande: “Eu executo todas essas ações e tarefas na quinta dimensão, onde o tempo não existe conforme eu entendo. E quando terminá-las serão (diga a hora tridimensional) na terceira dimensão”

2ª. Sugestão: Você pensa que está atrasado?

Comande: “Eu estico o tempo agora e determino que na terceira dimensão serão (diga a hora) quando eu chegar onde preciso, ou quando eu terminar esta tarefa, ou… (o que mais necessitar)”

3ª. Sugestão: Você peque está nsa muito atrasado?

Comande: “Eu determino que o tempo páre agora. Quando estiver pronto com (descreva a tarefa), na Terra tridimensional serão (diga a hora)”

4ª. Sugestão: Você pensa que “perdeu o tempo” e pensa que não dá mais tempo?

Comande: “Eu determino que o tempo volte para (diga a hora)”.

Dica de Melquisedeque:

Após determinarem o que desejam com o tempo, não olhem mais para o relógio, por mais que fiquem tentados a isso, pois a sua mente ainda não acredita que possa comandar o tempo e ao olhar para o relógio vocês perdem o comando que deram, retornando ao ponto inicial.

Mas se acaso isso aconteça, comandem de novo.

Com a prática, vocês terão outras ideias e saberão o que fazer em cada situação.

Eu espero ter ajudado e incentivo a Humanidade a experimentar a nova percepção!

Desejo que se tornem os Senhores do Tempo!

Eu Sou Melquisedeque em Ação!

 

Uma Mensagem de Melquisedec
Através de Tania Resende

Via: http://www.decoracaoacoracao.blog.br/

 

ORÁCULOS – O CAMINHO DO AUTO-CONHECIMENTO

Imagem

Na Terra, historicamente, os Oráculos foram uma das primeiras formas de relacionamento entre os seres humanos e a divindade. A função oracular é uma das primeiras exercidas pelo ser humano que despertou para a Luz. E também uma das mais perigosas e controversas.

O oráculo é a caráter de significado etmológico, a resposta dada por uma divindade a uma questão pessoal através de artes divinatórias. Por extensão, o termo oráculo por vezes também designa o intermediário humano consultado, que transmite a resposta e até mesmo, no Mundo Antigo, o local que ganhava reputação por distribuir a sabedoria oracular, onde era notada a presença Divina sempre que chamada, que passava a ser considerado solo sagrado e previamente preparado para tal prática. Todavia, nos dias de hoje, ele é igualmente atribuído a um objeto ou meio pelo qual alguém possa obter respostas para um esclarecimento maior. A isso, o Dr. Urban explica como sendo uma busca por uma compreensão inspirada inicialmente pelo self, ou “si mesmo” no seu próprio inconsciente por meio de arquétipos, de acordo com a teoria  junguiana de individuação, teoria esta aplicada em oráculos como o Tarot.

As civilizações antigas consultavam oráculos para diversas finalidades. Na mitologia escandinava, Odin levou a cabeça do deus Mimir para Asgard para ser consultada como oráculo. Na tradição chinesa, o I Ching foi usado para adivinhação na dinastia Shang, embora seja muito mais antigo e tenha profundo significado filosófico.

Os oráculos gregos constituem um aspecto fundamental da religião e da cultura gregos. O oráculo é a resposta dada por um deus que foi consultado por uma dúvida pessoal, referente geralmente ao futuro. Estes oráculos só podem ser dados por certas divindades, em lugares determinados, por pessoas determinadas e se respeitando rigorosamente os ritos: a manifestação do oráculo se assemelha a um culto. Além disso, interpretar as respostas do deus, que se exprime de diversas maneiras, exige uma iniciação.

Por extensão, o termo oráculo designa tanto a divindade consultada como o intermediário humano que transmite a resposta, e ainda o lugar sagrado onde a resposta é dada. A língua grega distingue estes diferentes sentidos: entre numerosos termos, a resposta divina pode ser designada por χρησμός – khrêsmós, literalmente o fato de informar. Pode-se também dizer φάτις – phátis, o fato de falar. O intérprete da resposta divina é freqüentemente designado por προφήτης – prophêtê, aquele que fala em lugar (do deus), ou ainda μάντις – mántis. Por fim, o lugar do oráculo é χρηστήριον – kherêstêrion.

Porque consultar os Oráculos

Ao consultar um oráculo, ele detecta a energia reinante e a que está plasmada para ser acessada.

Assim, oráculos identificam tendências.

A energia é neutra se manifestando em todas as direções e sentidos de Espaço. Ela apenas faz, materializa-se, direciona ou cria aquilo que nós determinamos.

Criamos nosso futuro hoje através de pensamentos, sonhos, tela mental, atitudes e metas direcionadas. No Universo, tudo é simultâneo e cada pessoa tem o seu tempo em sua dimensão consciencial.

Não esquecer que temos o Sagrado dom do Livre-Arbítrio.

O importante é saber dos oráculos, as tendências e, então, transmutar ou potenciar para acontecer concentrando energia psíquica para uma vontade dirigida.

Existem possibilidades plasmadas nos oráculos ou previsões, como há na astrologia e na numerologia. Há pessoas que mudam os padrões e acessam energias sutis mais rapidamente, outras, presas a condicionamentos ou medos têm maior dificuldade em acessar energias ou mudar crenças.

Oráculos ajudam muito para o autoconhecimento.

Não é adivinhação.

Qualquer oráculo, não é uma verdade absoluta, tudo é relativo.

Acredito em uma Verdade Absoluta, que não está manifestada completamente em nosso plano, talvez pudéssemos chamar essa Verdade Absoluta DEUS.

Se reconhecermos que estamos constantemente moldando nosso futuro, ao estabelecermos um contato mágico com nosso inconsciente, poderemos vir a conhecer muito sobre o futuro e, o que é mais importante, não só influenciar, mas alterá-lo, tornando-nos, até certo ponto, senhores de nosso destino e comandante de nossa alma.

O futuro é mistério que se cria a cada segundo, o passado é história com experiências e o presente é o movimento vivido programando o que virá em futuro. Isso é pessoal e intransferível.

Fonte: Biblioteca Gnóstica

Saiba mais: https://omundodegaya.wordpress.com/misttico/