O Vitimismo e a Evolução Espiritual

vitimismo-600x350

Não se faça de vítima….
“Sou o patinho feio, ninguém cuida de mim”…….

O complexo de vítima – a mania de assumir, na vida, a postura de mártir sofredor – é uma das mais insidiosas e destrutivas patologias psicológicas. Os que caíram nas garras da autopiedade vão por aí, puxando a carroça dos seus sofrimentos quase sempre imaginários – mas não por isso menos reais – e provocando nos outros enfado e repulsa. Isso é muito triste, quando se sabe que tudo o que eles querem é exatamente o contrário: ganhar carinho e atenção.

O vitimismo é um poço de sentimentos negativos. Dele surge a tendência para culpar os outros (o pai, a mãe, os irmãos, a sociedade, a vida, o mundo, os maus fados, o destino) e fazer deles os responsáveis pelas nossas próprias mazelas. Dele surgem as couraças de autodefesa que não nos permitem relaxar e viver de modo saudável nossa relação com os outros e conosco mesmos. Dele vem a impressão sempre absurda e impossível de que não precisamos mudar. Os outros é que estão errados. Ele é a pior das cegueiras, pois destrói na pessoa a autocrítica, o discernimento e a capacidade de avaliação racional das situações.

Demônio de muitas faces, o vitimismo é mestre em matéria de distorção da realidade. Parente próximo da tristeza, quando ele possui uma pessoa coloca diante de seus olhos um filtro cinza e opaco que a impede de apreciar – e se deleitar – com as cores do mundo.

O vitimismo é doença precoce. A análise transacional – uma técnica de psicoterapia – ensina que uma criança, já nos primeiros anos de vida, e a partir do seu contato cotidiano com os adultos, decide qual das seguintes posições existenciais ela assumirá na vida:

Eu não estou ok, os outros estão.

Eu estou ok, os outros não estão.

Não estou ok, os outros também não.

Estou ok, os outros também estão.

Uma vez escolhida a posição, quando a criança cresce, ela será dominante no seu caráter, enquanto as outras, embora podendo coexistir, terão menor peso. Destaca-se que a atitude universal na primeira infância é a da “eu não estou ok, os outros estão”. Assim sendo, a pessoa poderá permanecer fixada nessa posição ou, segundo a educação recebida, passar a uma das outras três. Explicando melhor:

– “Eu não estou ok, os outros estão.” Essa pessoa se sente inferior aos outros e tenderá à depressão. Ela ainda permanece na mesma posição da sua primeira infância.

– “Eu estou ok, os outros não.” É a pessoa que culpa os outros pelas suas misérias. Essa posição costuma ser assumida pelas crianças maltratadas com brutalidade, que concluem: “Quando estou sozinho, estou muito bem. Não preciso de ninguém, deixem-me só.” Esta posição é, em geral, baseada no ódio, mesmo quando ele está bem camuflado. Desse grupo fazem parte, com freqüência, os delinqüentes, os fanáticos e os criminosos.

– “Eu não estou ok, os outros também não.” Essa pessoas não sente nenhum interesse pela vida. É abúlica e depressiva. É uma posição assumida por aqueles que não receberam suficiente calor e atenção nos primeiros anos e escolhe os amigos, o cônjuge, esperando que ele seja propenso a desempenhar o papel complementar.

NÃO SOMOS LIVRES como acreditamos ser. Quando se entende isso, fica evidente que a maior parte dos nossos atos e pensamentos não é tão livre de condicionamentos como gostamos de acreditar. Nossa certeza de sermos livres, de fazermos tudo aquilo que queremos, e quando queremos, é quase sempre uma ilusão. Quase todos, na verdade, carregamos dentro condicionamentos mais ou menos ocultos que, com freqüência, tornam difícil a manifestação de uma honestidade genuína, uma criatividade livre, uma intimidade simples e pura.

Posição existencial é, portanto, um papel que o indivíduo tenderá a representar ao longo da sua vida. É preciso sublinhar o fato de que todas as posições existenciais necessitam de pelo menos duas pessoas, cujos papéis combinem entre si. O algoz, por exemplo, não pode continuar a sê-lo sem ao menos uma vítima. A vítima procurará seu salvador e este último uma vítima para salvar.

O condicionamento para o desempenho de um dos papéis é bastante sorrateiro e trabalha de forma invisível. Esta é uma das causas principais da falência de algumas amizades ou casamentos, quando as pessoas interessadas não se ligaram a partir de uma simpatia genuína, mas sim com o objetivo de encontrar na outra pessoa um sujeito adequado para desempenhar algum papel complementar.

Se pararmos alguns instantes para considerar os casais que conhecemos, não será difícil encontrar entre eles a “menina” que casou com o “pai” (relação vítima-salvador) ou a mulher que se queixa continuamente do marido, mas nem sequer admite a idéia do divórcio (relação vítima- algoz).

Observemos, então, como vivemos e como a nossa presença influencia a vida daqueles que nos cercam. Somos sadios? Serenos? As pessoas ao nosso redor apreciam a nossa presença? Nosso cônjuge nos admira? Ele fala bem de nós? Nossos filhos nos consideram como amigos? Quantos amigos temos? Em quantas portas podemos bater no caso de uma situação grave?

SE NÃO FORMOS serenos e não tivermos amigos, tentemos considerar que, provavelmente, a nossa posição existencial e o papel que desempenhamos não são os melhores possíveis. Com efeito, se o fossem, teríamos serenidade, melhor saúde.

Fonte: Equipe da Revista Planeta.

Anúncios

O JOGO DA VIDA

tumblr_lfcjz4GjiQ1qccvzso1_500_large

Você nasceu, cresceu e se tornou alguém, e olhe que com certeza alguém apostou em você. Aí chegou a hora de você conquistar o mundo. E seguiu em batalha, conquistando vitórias e algumas derrotas que lhe ensinaram algo. Porém, se você mudou por conta da massa de conformismo, ou pior, por conta do que os outros acham que você deve ser, você deixou de ser você, perdeu sua essência. E, sendo assim, com certeza virou um mero joguete na mão de inescrupulosos. Então, vou lhe dizer uma coisa que você já sabe: O mundo não é legal, não é um mar de rosas, pelo contrário, é um lugar difícil, cruel, cheio de armadilhas e de gente covarde, invejosa e perigosa. E se você fraquejar, esse mundo vai lhe por de joelhos e lhe fazer sofrer, implorar, chorar. No entanto, eu lhe digo que você só vai fraquejar se você deixar, pois nada lhe espancará tão forte como a vida. Será que você aguenta a pressão e ainda assim consegue seguir em frente? Se for corajoso e persistente, você vencerá muitas batalhas. Agora se você não souber se valorizar, não conquistará o que de melhor a vida tem para você. Mas tem que ser forte, guerreiro e destemido, e não ficar culpando os outros pelos seus fracassos, pois isso cheira a covardia, e só os fracos e mentirosos são covardes. Somos melhores do que acreditamos ser, pensar nisso eleva nossa autoestima. Saber viver, saber sonhar e ir atrás, é isso que define quem somos e o que queremos ser.

ACELERAÇÃO DO TEMPO IMPULSIONA A HUMANIDADE A ENTRAR NA QUINTA DIMENSÃO

509

Meus amados:

Vocês estão vivendo um momento único em seu planeta e como devem ter notado, a questão do tempo está se tornando um problema para muitos de vocês.

O tempo em seu planeta está acelerado e isto está gerando cansaço em seus corpos físicos, além de uma imensa quantidade de sensações emocionais, pois se sentem mal quando se percebem com “falta de tempo” para executarem as tarefas do dia-a-dia.

A expansão da consciência é fundamental para a ascensão

Tenho dito que o fator tempo é o elemento fundamental que vai impulsionar a Humanidade a sair da terceira dimensão.

O fator aceleração do tempo está mostrando que começa a tornar-se impossível viverem a tridimensionalidade e a sua realidade tal como estavam acostumados.

Vocês estão muito próximos do momento em que não mais conseguirão manter-se na tridimensionalidade e Nós acreditamos que estas sensações lhes impulsionarão para vibrações superiores.

Tenho dito que a parte de vocês que vai comandar o processo de ascensão é a mente, pois com a expansão de suas consciências vocês compreenderão e entenderão sobre as Leis de Tempo do Universo local e sobre o seu potencial criador. Isso os levará a vivenciar os patamares superiores da existência.

Melqusiedeque diz que podemos comandar o tempo.
Mas como?

Eu estou aqui para lhes dizer que o tempo pode ser manipulado conforme você o comanda com a sua mente. Estou aqui para lhes dizer que é o momento de aprenderem a comandar o tempo.

Há que compreender que o conceito de tempo é muito diferente daquilo que aprenderam nas escolas. O tempo linear só existe na terceira dimensão e esta percepção agora deve ser deixada de lado a fim de que vocês se concentrem em entrar numa percepção de tempo espiralado, aprendendo formas diferentes de estar e de existir na realidade física.

As consequências da aceleração do tempo

A aceleração do tempo está gerando muito cansaço em seus corpos físicos porque estão ainda resistindo a assumirem as condições do não-tempo/não espaço.

Vocês estão querendo fazer as mesmas coisas que faziam na velha Terra, baseando-se ainda nos relógios lineares da sua realidade. Há que sair do tempo linear e Eu sugiro que deixem os seus relógios em casa.

Eu os estimulo a encontrar outra forma de “medir” os quadrantes do seu dia, e uma boa forma de fazer isso é configurar o seu dia em sequências de ações e não mais em sequências de horas.

Para que vocês Me compreendam, Eu explico melhor: sigam o dia computando ações, metas, objetivos, tarefas e atividades.

Concentrem-se nas funções e deixem de seguir das horas do relógio.

Eu digo que vocês devem modificar todos os segmentos da sua organização social a fim de que se estabeleça na nova percepção de tempo.

A Humanidade precisa modificar as relações com o trabalho. Vocês estão aptos para transformarem as relações em todos os níveis e poderiam começar com as suas relações de trabalho.

A forma de contratação profissional já há muito deveria se basear nas funções e tarefas. Porém, vejo que ainda baseiam-se no relógio! Quando vocês assumem o compromisso de trabalharem por 8 horas, por exemplo, estão priorizando o relógio e não as tarefas que devem executar.

Vemos que isso acaba por gerar tempo ocioso, sem produtividade, uma vez que devem cumprir uma tabela de horas e não uma tabela de funções.

A fim de cumprir uma tabela de horas, vocês também buscaram preencher as horas do relógio com mais e mais ações, sobrecarregando-se de tarefas e funções, levando a Humanidade a permanecer nos locais de trabalho mais “tempo” do que o necessário.

E vemos que isto parece não ter fim. Vemos que se sobrecarregam mais e mais e nos preocupamos com a falta de limite, pois não sabemos onde vão parar se acaso não se abrirem para modificar este aspecto. Ações, tarefas, funções e objetivos deveriam estar à frente do relógio.

Vocês deveriam ir para casa quando tivessem terminado a demanda daquele dia. Vocês deveriam ser comandados por metas e objetivos, não mais pelo relógio!

O tema “carga horária” deveria sair de seus contratos empresariais, assim como dos seus contratos escolares e/ou afins! Vocês já podem priorizar funções, metas e objetivos, e Eu sugiro que comecem a computar o seu dia por aquilo que se propuseram a fazer, saindo do relógio mecânico e digital.

Você tem coragem de deixar o relógio em casa?

Experimentem ousar e fazer diferente. Experimentem deixar o relógio em casa e olhem para as sequencias de ações. Deixem que o biorritmo do seu corpo lhes diga a hora de comer, a hora de dormir, a hora de passear, a hora de trabalhar.

Sei o quanto é difícil começar, especialmente quando todos ao redor estão ainda na velha consciência de tempo. Porém, alguém deve começar!

Se cada qual começar a vivenciar o tempo de forma diferente, haverá um momento em que toda a Humanidade absorverá essa nova percepção.

Quero que deixem de ser comandados pelo relógio, pois ele mede um tempo que está deixando de existir para vocês!

Transição Planetária de forma suave:
Um compromisso com o Plano Espiritual

Nós lhes dissemos que a Transição Planetária seria suave. Suaves serão os seus aprendizados e suavemente vocês se moverão. Mas para isso, devem deixar de resistir, pois tendem a se apegar ao velho. Sugiro que se abram para que possam encontrar novas formas de estar no seu mundo!

Tenho dito que a aceleração do tempo os direcionará para a quinta dimensão. E aqui está o grande momento e o grande desafio.

Como é o tempo na quinta dimensão?

Quero que saibam que na quinta dimensão o tempo está a nosso favor!

Nós somos os Senhores do Tempo e vocês estão aprendendo a ser como Nós.

Ser o Senhor do Tempo nos dá a liberdade de determinarmos se o tempo pára ou se o tempo anda, se o tempo corre ou se o tempo volta.

Nós esticamos ou encurtamos o tempo e se vocês quiserem aprender, verão como isso pode ser tão simples!

Um período de transição:
Duas dimensões ao mesmo tempo

Vocês estão vivendo em duas dimensões ao mesmo tempo!
Tarefa não muito simples, porém estimulante e desafiadora.

E viver em duas dimensões ao mesmo tempo significa que estão absorvendo os recursos das dimensões superiores, e esses mesmos recursos devem ser utilizados na tridimensionalidade.

Posturas, atitudes, sentimentos e pensamentos típicos da quinta dimensão precisam se manifestar exatamente onde estão, pois só assim se preparam para instalarem-se definitivamente na quinta dimensão.

Deixem adiar as suas ações para quando estiverem nos níveis superiores, pois o caminho não é esse.

O momento é agora.

Melqusiedeque recomenda:

1. Coloque sua consciência no agora.

2. Desligue a sua mente do passado e deixe de sentir a ansiedade do futuro.

3. Baseie-se no relógio biológico, ele vai te ditar o momento de agir, o momento de descansar.

4. Comande o tempo, esticando-o, encurtando-o, parando-o. Experimente.

5. Intencione viver o seu dia na quinta dimensão.

Melquisedeque propõe um exercício:

1. Antes de começar o seu dia, invoque a Espiral Dourada de Melquisedeque.

2. Visualize-se entrando nela.

3. Comande: “Eleva-me para a quinta dimensão”!

4. Intencione viver o seu dia na quinta dimensão.

E então, comande o tempo conforme necessite:

1ª. Sugestão: Você pensa que tem muitas coisas para fazer em pouco tempo?

1. Faça uma lista de ações.

2. Olhe para o tempo tridimensional e pense quando precisa terminá-las.

3. E comande: “Eu executo todas essas ações e tarefas na quinta dimensão, onde o tempo não existe conforme eu entendo. E quando terminá-las serão (diga a hora tridimensional) na terceira dimensão”

2ª. Sugestão: Você pensa que está atrasado?

Comande: “Eu estico o tempo agora e determino que na terceira dimensão serão (diga a hora) quando eu chegar onde preciso, ou quando eu terminar esta tarefa, ou… (o que mais necessitar)”

3ª. Sugestão: Você peque está nsa muito atrasado?

Comande: “Eu determino que o tempo páre agora. Quando estiver pronto com (descreva a tarefa), na Terra tridimensional serão (diga a hora)”

4ª. Sugestão: Você pensa que “perdeu o tempo” e pensa que não dá mais tempo?

Comande: “Eu determino que o tempo volte para (diga a hora)”.

Dica de Melquisedeque:

Após determinarem o que desejam com o tempo, não olhem mais para o relógio, por mais que fiquem tentados a isso, pois a sua mente ainda não acredita que possa comandar o tempo e ao olhar para o relógio vocês perdem o comando que deram, retornando ao ponto inicial.

Mas se acaso isso aconteça, comandem de novo.

Com a prática, vocês terão outras ideias e saberão o que fazer em cada situação.

Eu espero ter ajudado e incentivo a Humanidade a experimentar a nova percepção!

Desejo que se tornem os Senhores do Tempo!

Eu Sou Melquisedeque em Ação!

 

Uma Mensagem de Melquisedec
Através de Tania Resende

Via: http://www.decoracaoacoracao.blog.br/

 

ASCENSÃO PLANETÁRIA

8793_460696830688442_1752062633_n

A Terra está passando por uma ascensão neste momento para uma vibração e uma consciência dimensional mais elevada. O que isto significa é que ela está unindo o seu corpo físico às freqüências mais elevadas da luz, de modo que ela possa participar da harmonia galáctica da luz espiritual de um modo inteiramente novo. Esta harmonia é a que permeia os planetas iluminados da luz e pela qual a Terra esteve esperando há muito, muito tempo. O corpo de energia da Terra é o principal veículo através do qual esta transformação está ocorrendo, e tanto quanto o corpo humano individual, o corpo da Terra deve se libertar de tudo o que impeça a entrada nas freqüências mais elevadas da luz, antes de se tornar completamente capaz de fazer isto.

É uma triste característica deste tempo que existam forças de oposição que estão procurando ativamente impedir a Terra de dar este passo para o próximo estágio de sua evolução e consciência. Ela esteve envolvida com a realidade tridimensional por muito tempo e as forças de oposição tentam mantê-la em seu estado mais limitado, de modo que a luz não se expanda a um nível galáctico maior. Onde houver uma expansão planetária prestes a acontecer, as forças da oposição se esforçam para limitar este processo, de modo que o equilíbrio da escuridão como uma força em relação à luz possam ser mantidas sem qualquer redução do seu poder ou influência. No caso da Terra, há uma característica particularmente importante de repressão envolvida que tem a ver com o fato de que os participantes ao nível da consciência humana são agora capazes, com o auxílio das forças da escuridão, de destruir a sua espécie e também vastas partes do planeta, se não todo o próprio planeta. A harmonia galáctica seria intensamente perturbada por tal destruição injustificada de grande parte do planeta, ainda que o planeta como um todo sobrevivesse, e assim as forças da luz que estão sempre vigilantes em relação à evolução planetária, estão aqui para garantir que ocorra o avanço para uma consciência nova e iluminada, como Deus pretende, pois há muito em jogo.

Entre as coisas em jogo está o futuro da evolução humana. Pois o novo corpo planetário abrigará aqueles que têm evoluído em consonância com o status espiritual atual da Terra, e se a Terra fosse prejudicada ou destruída, mesmo em parte, a capacidade desta transição de ocorrer em plena medida, sofreria interferência também. Por esta razão, as forças da luz têm guiado todos aqueles que mantêm a luz conscientemente em seus seres para servir de uma forma ativa como servos da luz, de modo que o atual perigo da escuridão prejudicar a evolução da expressão planetária, não possa ser bem sucedido. A integração da consciência individual na rede da consciência coletiva, enquanto isto ocorre em uma base global, tem muito a ver com a forma com que os planos das forças da escuridão serão derrotados.

A necessidade de participação ativa neste momento no processo da ascensão planetária é muito grande, razão pela qual aqueles que guiam a humanidade estão procurando em todos os sentidos, defender aqueles seres que sejam adversamente afetados pelas forças da escuridão, mesmo quando a luz dentro deles continua a se expandir. Esta tarefa de permanecer firmemente apegado aos princípios da luz e da verdade e à presença do amor de Deus, é de suma importância em termos de manter a Terra em equilíbrio da luz, de modo que nenhuma quantidade de destruição que esteja desencadeada de uma forma física possa ter o potencial de minar os propósitos de Deus e da Luz.

A atual confrontação entre a luz e a escuridão é de proporções cósmicas, o que quer dizer que não está somente ocorrendo na Terra, mas no sistema solar, na galáxia e além também. Isto se deve ao fato de que o que influencia um planeta, influencia uma esfera muito maior de vibração com o que este planeta interage, criando uma necessidade de manter a harmonia Divina em toda a galáxia e galáxias associadas, até quando há apenas um planeta em jogo, devido à confrontação com forças de oposição.

Muitos que passaram pelo ciclo evolutivo humano nada sabem de tais batalhas cósmicas entre a luz e a escuridão, exceto o que eles leram nos livros. E, entretanto, toda a história da humanidade foi moldada, em grande medida, pelo triunfo da luz sobre a intencionalidade das forças de oposição de minar a progressão da evolução humana.Em relação à Terra como um planeta em particular dentro do sistema solar e da galáxia, há uma razão adicional de por que é importante que o equilíbrio da luz prevaleça sobre as forças da escuridão e isto é porque a Terra mantém um foco fundamental de poder dissolver as energias das trevas através da luz que começou a transformar a matéria física. Esta capacidade da Terra de purificar as trevas através de sua própria luz inerente é um benefício, não somente para a Terra como um planeta, mas para toda a galáxia na qual ela reside e mais além. É uma característica que é raramente encontrada nos universos habitados.

Tudo o que está em jogo na atual colisão entre as intenções das forças da luz e a intenção das forças da escuridão, tem grande influência no que as almas individuais estão experienciando na Terra neste momento. Há muita dor e sofrimento acontecendo, não somente por causa de manifestações externas das trevas, que têm a ver com a violência, assassinatos, perda da dignidade humana, distorção da verdade, privação dos direitos humanos fundamentais, etc. Todas estas são funções de como a escuridão procura ter uma influência sobre o comportamento humano e a evolução humana. Mas, além disto, a dor que está ocorrendo é a dor de sentir uma perda da esperança, de sentir que não há saída de impasses atuais e nenhum caminho a seguir. Esta dor está sendo sentida em diferentes áreas do mundo, e por muitos indivíduos simultaneamente. É a dor de um mundo que se percebe sem Deus, com um sentimento de solidão que é muito influenciado pela nuvem da escuridão que está atualmente envolvendo a Terra.

Pode-se dizer que toda a Terra, em seu coração e em seu corpo de energia, assim como na consciência de muitas almas individuais, está esperando que esta dor seja retirada – está esperando pelo novo nascimento e pelo novo despertar que possibilitará à humanidade romper situações aparentemente insolúveis que estão saindo do controle, para um novo modo de ser, uns com os outros e com a vida.

O mundo está esperando, como estão os reinos da Luz, pelo despertar de um novo impulso da Luz que tenha força suficiente para romper a atual cobertura da escuridão e permitir que todos sintam e saibam o que esteve sempre presente – a verdade da realidade, da luz e do amor de Deus. Aqueles que estão alinhados com as intenções da Luz esperam com todos os membros do corpo planetário da Terra pelo momento no tempo em que o sofrimento que está sendo causado pela ilusão da separação, desapareça da Terra, e quando o corpo planetário da Terra, bem como todos os seus habitantes se conhecerão como um, com o outro e com a fonte Divina de Luz e de amor que foi dada a cada um no nascimento.

Mensagem de Julie Redstone – http://lightomega.org.

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

 

©2015 Solange Christtine Ventura
http://www.curaeascesao.com.br

SINAIS DE MEDIUNIDADE – SAIBA RECONHECÊ-LOS

Mãos-abençoando-730x393

Muitas pessoas possuem mediunidade apurada mas não querem desenvolvê-la por medo, por falta de informação, por insegurança. Mas é preciso saber que existem formas seguras, sem dogmas ou rigidez para desenvolver a mediunidade: através do estudo. Através do conhecimento sobre essa faculdade do nosso espírito, podemos encontrar métodos leves, amorosos que fazem com que você se sinta bem e consiga trazer o bem para as pessoas ao seu redor através desse seu dom. Conheça abaixo os sinais de mediunidade.

Quais são os sinais de mediunidade?


Os sinais de mediunidade são a sensibilidade ao extrafísico, é a capacidade que a nossa alma tem de captar energias de natureza não-física.

  • Intuição aflorada: você sente que deve ou não deve fazer algo, e depois do feito vê que a sua intuição estava certa. “Algo estava me dizendo para fazer/não fazer isso”.
  • Sonhos reveladores: você tem sonhos que indicam caminhos, apontam soluções ou mostram questões que você precisa levar em conta em sua vida.
  • Compaixão com o sentimento alheio: você se importa com as dores do mundo, o sofrimento dos outros mexe muito com você e você sente a necessidade de ajudar de alguma forma, tem vontade de mudar cenários negativos.
  • Aromas: você sente aromas que não existem no ambiente físico, sente aromas que as outras pessoas que estão junto de você não sentem.
  • Presenças: enxerga, sente ou pressente a presença ou vultos que aparecem e desaparecem num piscar de olhos.
  • Competência para falar em assuntos: você está falando sobre um assunto que nunca estudou e sabe com clareza e fluência falar sobre ele, fala com uma competência elevada, acima dos demais, sem nem mesmo saber por que.
  • Coincidências: percebe coincidências, que as outras pessoas não notam e quando você diz elas se surpreendem, na verdade as coincidências são chamadas de sincronicidades e vocês as percebe melhor que os outros.
  • Ombro amigo: você é conhecido como um ombro amigo, muitos vêm lhe pedir conselhos e até mesmo desconhecidos se sentem a vontade para desabafar com você.
  • Perdão: você tem o dom do perdão, tem facilidade em perdoar.
  • Ambientes/pessoas carregados: você sente quando um ambiente está carregado com energias negativas ou pessoas possuem energias negativas, o bocejo é um sinal disso.
  • Não gostar de multidões
  • Mudança de hábitos para o melhor: melhora na alimentação, no cuidado com o seu corpo físico e mental, afastamento de pessoas e hábitos tóxicos, diminuição da futilidade, vaidade e costumes mundanos, etc.
  • Mudança no ciclo de amizades: descobre que amizades antigas podem não ter mais tanto a ver com você e busca por pessoas que tenham o mesmo tipo de energia e percepção da vida que você.

Esses são apenas alguns sinais da mediunidade, e focados nos aspectos positivos do afloramento dela. Sente-se assim? Estude mais sobre isso!

 

Fonte: http://www.wemystic.com.br/

2016 – Um ano de términos. Fim de um ciclo de 36 anos

ws_under_the_world_1920x1080

Segundo a tradição astrológica, cuja origem se perde no tempo, um determinado astro governa por um período de 36 anos. Isto significa que de 36 em 36 anos vivemos sob a dinâmica de um planeta ou estrela e suas características irão imprimir seu tom por todo aquele período.

Desde 1981 estamos sob o domínio do Sol, o que significa que o espírito de brilho pessoal, egocentrismo, necessidade de marcar a individualidade no mundo têm permeado nossas consciências. Esse período tem seu término em 2016.

2016 é um ano importantíssimo, pois além de encerrar todo um ciclo planetário, pela numerologia, é um ano nove, número que também indica final de ciclo.

Todos os finais de ciclo veem acompanhados de perdas e renúncias. Nos últimos 36 anos, pudemos ver o individualismo (Sol) crescer a proporções exponenciais. Creio que nunca antes ouvimos tanto a palavra EU. Meus direitos, minhasescolhas, meus desejos, minhas necessidades…eu, eu, eu, meu, meu, meu. Tudo parece que girou em volta do indivíduo, com ou sem razão para tal. As selfies publicadas em redes sociais é o exemplo mais pronto e acabado desse símbolo do egocentrismo que nos tem permeado.

O Sol tem a ver com a criança e, por conseguinte, com a “criança interior” de cada um, que não por acaso tem sido explorada e trabalhada em uma gama de teorias do autoconhecimento. Também, nunca a criança foi tão valorizada quanto nos últimos tempos, tudo é feito por e para as crianças até o limite do mimo exagerado e a incapacidade dos pais de colocarem limites aos filhos. Dormem a hora que querem, e podem quase tudo, interferindo de maneira questionável no mundo dos pais e dos adultos ao redor.

Para que possam entender o que tem acontecido ao zeitgheist dos últimos trinta e seis anos é interessante conhecermos os atributos do Sol, na astrologia.

Qualidades solares: vontade, decisão, propósito, intenção, criação. O modo de exprimir a energia criativa, a identidade própria, necessidade de ser reconhecido, de canalizar a sua vontade e a afirmação do Eu. O impulso de criar, de ser, de poder, de comandar, de ser consciente. É o senso de individualidade, de irradiação, é a nossa intenção.

Expressões negativas das qualidades solares: orgulho, ostentação, dominação, abuso de poder, egotismo, elogio exagerado a si mesmo, exaltação pessoal, esnobismo, presunção, ambição exagerada, prepotência, autoritarismo, orgulho.

As expressões negativas acontecem sempre que as qualidades intrínsecas do planeta extrapolam os limites. No caso do Sol, podemos dizer que o resumo da expressão negativa solar é o que os gregos chamavam de hübris, que significa; a arrogância perante os deuses.

O Sol é o centro do nosso sistema planetário. Ele dá a vida, mas também queima e cega. Todo excesso é destrutivo. Por estarmos há trinta e seis anos “treinando” nosso Sol pessoal, estamos no auge da necessidade de sermos o centro das atenções. Viramos mesmo, criancinhas muito mimadas e tudo nos ofende e nos convida a lutar por nossos “direitos individuais”. Em 2017 chega Saturno e começa a colocar os limites e veremos um movimento radicalmente oposto às características solares; a dissolução do ego. Entraremos em um período de menos ego e mais responsabilidade. Rigor, severidade, responsabilidade, justeza, dentre outros atributos são de domínio do planeta Saturno, a obrigação de ser feliz, de ser o cara, de se destacar por qualquer coisa estará em baixa para dar lugar a mais seriedade, mais competência, e menos egolatria. Para ganhar fama e destaque muito terá que se trabalhar.

Esse tempo em que vale qualquer coisa desde que se “apareça na fita” dará lugar a mais responsabilidade e rigor nos feitos, mais seriedade e amadurecimento nos atos.

O Deus de amor e bondade, que está sempre pronto para atender o desejo dos seus filhos, dará lugar a um Deus mais exigente, que pedirá de seus filhos não mais orações arrebatadas, mas filhos mais maduros e responsáveis por seu amadurecimento espiritual. Mais trabalho e menos oba oba. O Deus que dá será substituído pelo Deus que cobra. As religiões evangélicas (as que mais vendem esse Deus que serve aos que nele creem) cairão em declínio ou, mudarão o discurso.

2016, como foi dito é um ano chave, no sentido literal da palavra: fecha e abre portas. Tanto por sua característica astrológica quanto numerológica. Será um ano em que as características solares, elencadas acima serão vividas à exaustão – é, além do mais, um ano governado pelo Sol – e, portanto, as características negativas do símbolo estarão mais exacerbadas para então sermos “castigados pelos deuses por nossa hübrys” e então nos recolhermos à nossa insignificância e pararmos com essa banalidade vaidosa e vulgar do culto à persona.

Em 2016 seremos desafiados a nos desapegarmos de tudo aquilo que na verdade não tem consistência para então vivermos o próximo período, sob Saturno. Será um ano muito duro, de muito teste aos governantes vaidosos e centralizadores. Lhes será exigido mais respeito, seriedade, responsabilidade e talvez uma volta ao conservadorismo possa acontecer. Saturno é o velho, a tradição, o passado.

A farra do vale tudo, desde que se tenha 15 minutos de fama, a partir de 2016 vai aos poucos se acabando. A tal arte contemporânea que teve sua máxima representação no círculo de “humanos” metendo o dedo no fiofó do parceiro da frente dará lugar a uma arte mais fina, mais rigorosa, mais séria e competente.

Até para mim, que escrevo esses prognósticos, me custa acreditar que esse comportamento está nos seus estertores. Me custa crer que essa egoidolatria possa se modificar, mas aguardemos… somos muito pequenos para racionalizar os desígnios dos tempos.

Claro que o ciclo solar não teve apenas as características negativas do planeta. Nos desenvolvemos como indivíduos, conquistamos muitas coisas no aspecto pessoal, aprendemos a nos valorizar mais como pessoas, independentemente da cor da pele, da raça, do sexo e do lugar pessoal na escala social. Aprendemos a cuidar mais e melhor de nós mesmos e a nos respeitar mais como indivíduos, a não engolir sapo por lebre, a nos posicionarmos mais pelo que somos e somos capazes de ser e de criar.

Porém estamos prestes a entrar na fase de menos ego e mais rigor.

Para entendermos o ciclo que iniciaremos a partir de 2017, é preciso conhecer as características de Saturno:

Qualidades saturninas: perseverança, paciência, firmeza, constância, resignação, segurança, solidão. O valor mais alto, a função social, o dever. Responsabilidade, reserva, experiência, seriedade, limitação, restrição, parcimônia, abnegação, o esforço contínuo, a construção, o envelhecimento, o esforço disciplinado, a aceitação dos deveres e das responsabilidades, a cristalização, a sabedoria e o respeito.

Expressões Negativas das qualidades saturninas: limitação, severidade, frieza, depressão, dogmatismo. Sombrio, temeroso, avaro, pessimista, cético, melancólico, exigente, indiferente, impotente, reservado, covarde, lento, pesado, restritivo.

O novo ciclo que se inicia a partir de 2017 sem dúvida nenhuma trará mais contenção, mais limitações, menos abundância, menos superficialidade e mais profundidade. Menos exuberância e mais limitações. Porém, para quem viveu à exaustão o ciclo do faço o que quero doa a quem doer, creio que teremos anos de não posso tudo o que quero, pois, minha liberdade termina onde começa a do outro. Isso é Saturno: o limite.

Que ele venha e que seja bem-vindo.

 

Por: Rose Villanova

Via: astrologiaearte.blogspot.com.br

 

 

SERÁ QUE REALMENTE QUEREMOS PAZ?

paz

Muitas vezes por não transformarmos de maneira correta as impressões daquilo que vemos a nossa volta, nos prejudicamos pela nossa identificação com as situações cotidianas.

Um exemplo disso,é o bombardeio de imagens e vídeos de violência contra animais e pessoas, com as quais nos deparamos diariamente nas redes sociais e televisão.

Temas esses que invariavelmente nos causam sentimentos negativos, que vão desde desconforto em nosso plexo solar (centro energético que fica a dois dedos acima do umbigo, que capta as vibrações sejam elas positivas, ou negativas) até taquicardia, raiva, ódio, ouaperto em nosso coração, certo?

Assim, considerando que concordamos com a essa afirmação de que nosso corpo fala, eu farei algumas perguntas, e lhe convido que seja honesto com suas respostas, e se conecte com seu coração para respondê-las…

Quando você entra em contato com imagens e vídeos de atos de violência e injustiça reais, você se sente bem?

Desperta algum sentimento positivo em você?

Quando você compartilha em sua linha do tempo (geralmente com uma mensagem carregada de ódio, vingança e desejo de justiça), você realmente pensa que está fazendo algo bom?

E essa raiva que ferve seu sangue, que aperta seu plexo solar e angustia seu coração, pra onde ela vai?

Será que as pessoas inconscientes que praticam esses atos de violência irão se sentir mal, e com isso repensar os seus atos, vendo essas imagens circulando na internet?

Se você foi sincero consigo mesmo,deve ter percebido que se realmente está a serviço da paz, não é compatível com sua intenção, disseminar imagens negativas para seus amigos e para mundo.

Pois quando assistimos, falamos sobre, ou compartilhamos essas imagens, ou notícias, estamos dando crédito a elas, e como tudo no universo funciona por ressonância, essa energia permanece ainda mais forte e circulando.

Se você acredita no poder da oração, sabe que o contrário também é verdadeiro.

E indo além das questões energéticas, sabemos que quem comete crimes, e filma ou se deixa filmar, tem o desejo de ser visto, ainda que não queira ser descoberto, queribope, e quando compartilhamos, estamos aumentando ainda mais o ego do outro, ou seja, estamos valorizando a “obra” de ódio e adormecimento coletivo.

Por isso, vamos divulgar a paz, vamos compartilhar em nossas redes sociais a mudança que queremos ver no mundo. Pois quando estamos incitando a raiva, a vingança e o ódio, ainda que seja contra aquele que tenha cometido algum crime, estamos nos igualando na inconsciência.

E como a Lei do universo é igual para todos nós, se emanamos sentimentos negativos, (ainda que julguemos que se trata de justiça) essa energia vai retornar a nós, e ainda pior, ela chegará até a pessoa que está sendo alvo, e essa só vai piorar sua situação de inconsciência.

Quando se está reagindo a alguém, lembre-se, você está reagindo a você mesmo, aos seus sentimentos, então opte por transformar suas impressões, e se ainda não consegue, evite falar, ouvir, e ver situações negativas, pois elas nos adoecem e nos distraem do principal objetivo de nossa vida terrena, que é o de expandirmos nossa consciência e evoluirmos.

Se realmente você quer semear a paz, questione-se sempre, se sua atitude é pacificadora, e ao menor indício de dúvida, repense, ou melhor, sinta em seu corpo…se sentir algum desconforto, é porque a situação não é favorável.

Seja a mudança que você quer no mundo.

Líli Ponte

https://www.facebook.com/lili.ponte