SUPER-MULHERES

Imagem

Elas não usam um único uniforme.
Não usam um diadema na cabeça, nem têm capa.
Nem voam.
Apenas amam.
Criam filhos, netos, cachorros, gatos,
galinhas.
Trabalham noite e dia.
Em casa e fora dela.
Cozinham, varrem, escrevem,
pintam, costuram, vendem, compram.
Vão do médico ao mercado,
do mercado á igreja,
da igreja ao trabalho.
Suam.transpiram.
Oram e sangram diariamente.
Sob batons, perfumes e rimeis, ou não.
Sobre saltos altos ou rasteirinhas.
Algumas, de pé no chão.
Aprenderam a servir e doar.
A seus pais, parentes, maridos,
homens, amantes, filhos, animais,
vizinhos,amigos…
Elas estão em pé nas filas dos bancos,
sentadas esperando o ônibus.
Estão no telefone ou no trânsito,
fazendo contas, dando broncas,
tentando se equilibrar meio às tontas.
Dormem exaustas.
Algumas se olham demais no espelho.
Outras , de menos…com medo!
Elas pintam suas próprias unhas e seus
próprios cabelos.
Não têm tempo ou dinheiro para serem
melhor cuidadas.
Ou apenas nunca lhe permitiram fazê-lo.
Algumas ainda sonham com silicone, botox
ou apenas uma academia- quem sabe um dia???
A maioria sofreu e sofre absurdos.
E quem as vê e valoriza???
Quem dá medalhas ás suas rugas?
Quem premia suas olheiras?
Quem lhes dá o Oscar por ofertar seu corpo,
sua alma, seu peito, sua casa, seu dinheiro,
seu leito a vida inteira?
Quem reverencia sua flacidez e suas estrias?
Quem percebe o quanto ela fez e faz?
Quem recompensa suas angustias e dores guardadas
para nos oferecerem calor e paz?
Quem as aplaude e admira quando elas passam?
SUPER-MULHERES!!!
Seus super-poderes são a super-valentia 
e a superação de cada dia-
São as super-forças do seu coração.
Muitas jamais leram ou lerão sequer uma poesia.
Mas TODAS, TODAS elas a SÃO.
São poemas-pessoas que respiram e caminham
a nosso lado.
Algumas chamamos mãe, avó, irmã, tia,prima,
filha,madrinha, empregada, patroa, chefe, vizinha, 
amiga.
Outras são e serão eternamente desconhecidas.
à essas SUPER-MULHERES, POEMAS-VIDAS,
a minha e a nossa eterna gratidão.

Udar

Anúncios

OS SINTOMAS DA ASCENSÃO – POR J.J. HURTAK

Imagem

As dores físicas, especialmente na coluna, ombros e costas 

Isto é resultado de intensas mudanças no nível do DNA à medida que “a semente da nova energia” vai despertando dentro de vocês. Tudo isto passará.

Sentimento de profunda tristeza interior sem razão aparente 

Vocês estão liberando seu passado (estas vidas e outras) e isto provoca este sentimento de tristeza. É como a experiência de se mudar de uma casa onde vocês moraram por muitos anos para uma nova. Quanto mais vocês quiserem ir para esta casa nova, mais experimentarão a tristeza de deixar para trás as recordações, a energia e as experiências da casa antiga. Tudo isso também passará.

Mudanças repentinas no trabalho e na profissão 

Sintoma muito comum. Quando vocês estão mudando, as coisas ao seu redor também mudam. Não se preocupem em encontrar o trabalho ou a profissão perfeita. Tudo isto passará. Vocês estão em período de transição e deverão passar por muitas mudanças de trabalho antes de encontrar o que realmente os atrai.

Afastar-se das relações familiares  

Vocês estão conectados com sua família biológica através do carma passado. Quando termina o ciclo cármico, os vínculos estabelecidos com essas relações se liberam. Ainda pode parecer que a relação com sua família e amigos esteja à deriva. Tudo isto também passará. Passado um tempo, vocês poderão novamente retomar a relação com eles se for apropriado. De qualquer maneira, essa nova relação se baseará numa nova energia, sem vínculos cármicos.

Padrões de sono anormais 

Pode ocorrer que vocês se sintam muito sonolentos ou despertem muitas noites entre as 2 e as 4 horas da manhã. Há muito trabalho a ser feito em seu interior, o que faz com que a mente necessite de uma folga. Não se preocupem. Se não puderem pegar no sono outra vez, levantem e façam alguma coisa em vez de ficar na cama preocupando-se com assuntos mundanos. Tudo isto também passará.

Sonhos intensos  

Podem incluir sonhos com conteúdo de batalhas ou guerras, sonhos em que são perseguidos ou sonhos com seres monstruosos, ou que correm para fugir de algum monstro. Vocês estão literalmente liberando velhas energias de dentro de vocês. E estas energias do passado são representadas como lutas. Tudo isto passará.

Desorientação física

Algumas vezes se sentirão como se não estivessem pisando no chão.

Sentir-se desafiado pelo espaço 

Com a sensação de não conseguir pôr os pés no chão ou de andar entre dois mundos. Durante a transição de sua consciência para uma nova energia, o corpo pode ficar estafado. Vocês precisam passar mais tempo na natureza para enraizar a nova energia em seu interior. Tudo isto passará.

Aumento das conversas consigo mesmo  

Vocês se verão mais freqüentemente falando com o seu eu interno. Há um novo nível de comunicação assentando-se no seu ser. Vocês estão experimentando a ponta do iceberg com essa sua conversa interna. As conversas se intensificarão e se farão mais fluidas, mais coerentes e mais visionárias. Vocês não estão ficando loucos; apenas estão dando vazão à nova energia.

Sentimentos de saudade 

Ainda que estejam na companhia de outros, podem sentir-se sós e separados dos demais. Poderão sentir o desejo de se afastar dos grupos e da multidão. Como humanos angélicos, estão caminhando para o caminho sagrado que cada um tem que trilhar por si próprio. Quanto mais ansiedade esses sentimentos de saudade lhes causam, mais difícil será interagir com os demais nesses momentos. Os sentimentos de saudade também estão associados ao fato de que os seus “guias” anteriores se foram. Eles estiveram com vocês por todas as viagens, em todas as vidas. Mas veio o momento de se afastarem para que vocês pudessem partilhar seu espaço com sua própria Divindade. Tudo isto também passará à medida que a voz interior se encha com o Amor e a energia da própria consciência Crística.

Perda da paixão 

Vocês podem sentir-se totalmente desapaixonados, ou com pouco desejo de fazer as coisas. Está bem assim. Isto também faz parte do processo. Vocês tomarão algum tempo para não fazer nada. Não lutem consigo mesmos por isso, porque tudo isto passará. É parecido com o ato de reiniciar o computador. Vocês necessitam parar por um breve período para carregar um software novo e mais sofisticado, que, neste caso, é a nova energia da semente Crística.

Um profundo anseio de voltar ‘para casa’ 

Esta é a condição mais difícil e desafiante de todas. Vocês poderão experimentar um desejo profundo e irresistível de deixar o planeta e retornar ao “Lugar”. 

Não é um sentimento suicida, pois não está baseado em raiva nem em frustração, e vocês não querem nenhum drama, nem para vocês nem para ninguém. Há uma parte muito pequena de vocês que quer voltar para Casa, pois vocês completaram seu ciclo cármico, concluíram o contrato com a vida atual, e estão liberados para se empenhar em uma nova vida. 

Porém, ainda estão num corpo físico, e mesmo que estejam preparados para aceitar os desafios relativos à entrada numa Nova Energia, e de fato vocês poderiam voltar para Casa neste exato momento, vocês percorreram um longo caminho, e depois de tantas vidas, seria vergonhoso se vocês deixassem a cena antes de o filme terminar.
Além disso, o Espírito necessita que vocês ajudem os demais a fazer a transição para a nova energia. Eles necessitam de um guia humano, como vocês, que caminharam da velha energia para a nova. A senda pela qual vocês estão caminhando os provê de experiências que os capacitaram a chegar à maestria do Novo Humano Divino.

E apesar de às vezes a sua viagem parecer escura e solitária, lembrem-se de que jamais estão sozinhos e que serão ajudados se pedirem.

Por: J. J. Hurtak

A NATUREZA E D’US

Imagem

O início da Torá descreve a criação do Universo por D’us.

O relato dos seis dias da criação culminando no Shabat, e a criação de Adão e Eva no Jardim do Éden, é tão simples que pode ser ensinado para uma criança pequena.

É, ao mesmo tempo, tão maravilhosamente profunda.

O Talmud, o Midrash e o Zohar são antigos textos judaicos que explicam em profundidade o significado dos capítulos iniciais da Torá.

Os ensinamentos chassídicos enfatizam que o Universo, Natureza, é, por si mesma, uma comunicação de D’us conosco.

A vastidão, a variedade sem limites, o senso de estrutura e uma constante interação de forças dinâmicas expressam algo sobre D’us, que é responsável pela existência de cada detalhe do universo.

Uma pintura em uma galeria de arte nos diz algo sobre o pintor; a existência nos diz algo sobre D’us.

Além disso, dentro de cada partícula da existência existe uma força vital espiritual de D’us, fazendo-a existir a todo o momento.

A Criação não foi um evento isolado, mas é um processo contínuo. Um fluxo constante de energia Divina mantém tudo existindo.

Isto significa que a realidade espiritual do universo é a Divindade.

Esta idéia é expressa no idioma Hebraico: um dos nomes de D’us, Elohim, tem o mesmo valor numérico (1+30+5+10+40=86) da palavra para Natureza, HaTeva (5+9+2+70=86).

Natureza é uma expressão de D’us.

Contemplando a existência, seja a olho nu, com um microscópio ou um rádio-telescópio, uma pessoa pode se tornar mais consciente do Divino.

Por Dr. Tali Loewenthal

2 DE FEVEREIRO – DIA DE IEMANJÁ

Imagem

Iemanjá é um orixá feminino (divindade africana) das religiões Candomblé Umbanda. O seu nome tem origem nos termos do idioma Yorubá “Yèyé omo ejá”, que significam “Mãe cujos filhos são como peixes”.

Mãe-d’água dos Iorubatanos no Daomé, de orixá fluvial africano passou a marítimo no Norte do Brasil.

No Brasil, a deusa Iemanjá recebe diferentes nomes, dentre eles: Dandalunda, Inaé, Ísis, Janaína, Marabô, Maria, Mucunã, Princesa de Aiocá, Princesa do Mar, Rainha do Mar, Sereia do Mar, etc.

Iemanjá é a padroeira dos pescadores. É ela quem decide o destino de todos aqueles que entram no mar. Também é considerada como a “Afrodite brasileira”, a deusa do amor a quem recorrem os apaixonados em casos de desafetos amorosos.

No dia 2 de fevereiro acontece em Salvador, capital do Estado da Bahia, a maior festa popular dedicada a Iemanjá. Neste dia, milhares de pessoas trajadas de branco fazem uma procissão até ao templo de Iemanjá, localizado na praia do Rio Vermelho, onde deixam os presentes que vão encher os barcos que os levam para o mar.

No Rio de Janeiro as festas em honra de Iemanjá estão relacionadas com a passagem de ano.

Nos candomblés fiéis às origens africanas, o culto é prestado em locais fechados, nos atuais o culto é ao ar livre, prestado no mar e nas lagoas, sendo Iemanjá muitas vezes representada como sereia.

Os devotos levam para o mar vários presentes que são tidos como recusados quando não afundam ou quando são devolvidos à praia.

Dentre as diversas oferendas para a bela e vaidosa deusa, encontram-se flores, bijuterias, vidros de perfumes, sabonetes, espelhos e comidas. O ritual se repete em outras praias do Brasil.

As celebrações em homenagem a Iemanjá também acontecem em 15 de agosto, 8 de dezembro e 31 de dezembro.

Iemanjá e Música

Existem várias músicas que são feitas em homenagem a Iemanjá. Exemplo disso é a música “Iemanjá” do grupo musical Chimarruts, uma banda de reggae do Rio Grande do Sul.

Iemanjá e Sincretismo

No sincretismo religioso, Iemanjá corresponde a Nossa Senhora dos Navegantes, Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora das Candeias, Nossa Senhora da Piedade e Virgem Maria.

GRANDE ESPÍRITO

Image

Oh! Grande Espírito, que criou tudo antes e que reside em cada objeto, em cada pessoa e em todos os lugares, nós acreditamos em Ti. Nós Te invocamos dos mais distantes lugares para nossa presente consciência. 

Oh! Grande Espírito do Norte, que dá asas às águas do ar e rola a grossa tempestade de neve antes de Ti. Tu, que cobres a Terra com um brilhante tapete de cristal, principalmente onde a profunda tranquilidade de cada som é maravilhosa. Tempera-nos com a força para permanecermos como parte da nevasca; sim, faça-nos agradecidos pela beleza que flui e se aprofunda sobre a quente Terra em seu despertar. 

Oh! Grande Espírito do Leste, a Terra do Sol Nascente. Tu que seguras em Tua mão direita os anos de nossas vidas e em Tua mão esquerda as oportunidades de cada dia. Sustenta-nos para que não esqueçamos nossas oportunidades, nem percamos em preguiça as esperanças de cada dia e as esperanças de todos os anos. 

Oh! Grande Espírito do Sul, cujo quente hálito de compaixão derrete o gelo que circunda nossos corações, cuja fragrância fala de distantes dias de primaveras e verões, dissolve nossos medos, transmuta nossas aversões, acenda nosso amor em chamas de verdade e existentes realidades. Ensina-nos que aquele que é forte é também gentil; que aquele que é sábio tempera justiça com piedade; e aquele que é um verdadeiro guerreiro combina coragem com compaixão. 

Oh! Grande Espírito do Oeste, a Terra do Sol poente, com Tuas elevadas e livres montanhas, profundas e extensas pradarias, abençoa-nos com a sabedoria da paz que segue a contenção e a liberdade de quem vive como túnica flutuante nas asas da vida bem – disciplinada. Ensina-nos que o fim é melhor que o começo e que o por do sol não glorifica nada em vão. 

Oh! Grande Espírito dos Céus, em dias de infinito azul e misturado às infindáveis estrelas da noite de cada estação, lembra-nos o quanto és imenso e bonito e majestoso além de todo o nosso conhecimento ou saber, mas que também não estás tão longe de nós, quanto o mais alto de nossas cabeças ou o mais baixo de nosso olhos. 

Oh! Grande Espírito da Mãe Terra sob nossos pés; Mestra dos metais; Germinadora das sementes e Celeiro de ocultos recursos da Terra, ajuda-nos a dar graças incessantemente pela Tua presente generosidade. 

Oh! Grande Espírito de nossas almas, que ardes há tempos em nosso corações e em nossas profundas aspirações, fala-nos agora e sempre de tudo que precisamos saber sobre a grandeza e bondade de Teus presentes para a vida, para sermos orgulhosos do inestimável privilégio de viver. 

1996 Noel Knockwood, B.A. Elder 

BASTED – A DEUSA GATO

Imagem

BASTET, a deusa gata da mitologia egípcia. Protetora dos gatos, das mulheres, da maternidade, da cura. Era guardiã das casas e feroz defensora dos seus filhos, representando o amor maternal. Tem também grande ligação com a Lua, porque a luz e a magia da Lua influência a todos os felinos. Bastet é uma das esposas de Rá (deus Sol), com quem foi mãe de Nefertum e Mihos. É representada como uma Gata Preta, com um brinco e um colar ou uma mulher com cabeça de gato segurando um sistro, instrumento musical sagrado.

Os antigos egípcios representavam os seus deuses com aspecto humanos e cabeça de animal. Cada deus tem seu animal sagrado associado e digno de adoração, como se fosse a própria divindade. E tal como os humanos os animais eram também mumificados para assim poderem ser preservados no além. Os gatos eram tão sagrados no antigo Egito, que quem matasse um gato era condenado à pena de morte. Considerado um ser divino, ao ponto que quando um deles morria de morte natural, as pessoas da casa raspavam as sobrancelhas em sinal de luto.

O Templo de Bastet era em Bubastis (cidade do Delta do Nilo), cujo nome em egípcio “Per-Bast” (significa: “a casa de Bastet”), mantinha gatos sagrados que eram embalsamados em grandes cerimônias quando morriam, porque eram considerados como encarnação da deusa.

Bastet, Bast, Ubasti, Ba-en-Aset ou “Ailuros”, palavra grega para “gatos” e a palavra egípcia para o gato era “Mau”.

Bastet foi uma das divindades mais veneradas no Antigo Egito. Nas festas dedicadas a Bastet, as ruas enchiam-se de música, de dança, brincadeiras, com muita comida, muitos doces, mel e vinho. As sacerdotisas de Bastet desciam o rio Nilo, anunciando as festividades em homenagem à deusa usando uma espécie de sino de metal, os snujs. A bailarina purificava o ambiente ao dançar com os snujs espantando os maus espíritos.

O símbolo do GATO PRETO era utilizado pelos médicos egípcios para anunciar a sua capacidade de cura.

ALTAR PARA DEUSA BASTET / Deusa Bastet protetora dos lares e da família.

 

Faça um altar dentro de casa e coloque uma imagem da deusa Bastet e em volta coloque fotos de seus gatos e de sua família (também de seus outros animais de estimação). Sempre que quiser, pode acender uma vela de cor verde ou branca. Peça sempre a proteção e o amor maternal de Bastet, porque ela tem o poder de se transformar em ferocidade quando algum de seus filhos é atacado.


ORAÇÃO DE UMA DEUSA AOS DEUSES EGÍPCIOS
“Em nome de Rá, Ísis, Osíris, Hórus, Ptah, Thot, Tum, Nut, Anubis, Hathor, 
Eu sou BASTET, a deusa dos mistérios da natureza”.

Fonte: Olhos de Basted

O PODER DOS MANTRAS

Imagem

O mantra é uma vibração sonora que usamos na maioria das vezes na meditação, mas podemos usar independente dela também.

Man, em sânscrito quer dizer mente, e Tra quer dizer liberação. Portanto, mantra quer dizer literalmente liberação da mente. O mantra é uma vibração sonora que, quando emitido corretamente, exerce um efeito poderoso em nosso corpo e nossa mente. Ele acalma nossas mentes e sentidos, relaxam o corpo e nos liga a energias superiores, pois sua vibração provoca a limpeza de energias de vibração mais baixa. O mantra é definitivamente uma palavra de poder, uma palavra sagrada, que deve ser usado com propriedade e consciência.

Os mantras são sons sagrados que ajudam a entrar em estado de meditação. Dotados de grande força energética, eles também nos ajudam a realizar nossos desejos. Para que funcionem bem, convém praticá-los com regularidade, desde que estejamos dignos e aptos para isto – diariamente, ou pelo menos em dias alternados. Um mantra deve ser repetido 8 ou 108 vezes, porém à casos em que um mantra repetido por inúmeras vezes, ou acima de sete vezes, perde seu poder e em outros casos só devem ser utilizados em perigo eminente, pois não devemos utilizar o nome de Deus em vão. A pronúncia correta é muito importante para que ele se mostre eficaz, pois os mantras estão em idioma sânscrito, a língua sagrada dos hindus. Assim, onde aparece a letra h, repita como se fosse rr. Salvo alguns casos em que representa j exalada.

A força do mantra reside em sua entonação correta e na mentalização adequada.

O OM o mais conhecido dos mantras, foge a todas as regras gramaticais expostas, pois é considerado a síntese de todos os sons.

Existem na tradição indiana centenas de mantras e o uso de cada um tem uma finalidade específica. Para quem deseja iniciar-se nesta prática seguem algumas indicações:

Sente-se numa posição confortável e procure relaxar concentrando sua respiração no abdômen. A seguir, vocalize o mantra durante um tempo mínimo de três minutos. Esta é a forma mais aconselhável para potencializar o mantra, mas se não puder dizê-lo em voz alta, sussurre-o ou apenas mentalize-o.

.: OM MANI PADME HUM (mantra para harmonizar os chakras e iluminação)

.: OM MANE PADME HUM HRI

.: OM BABAGI AH HUM (mantra para iluminação, sabedoria, amor e desapego)

.: OM YAMANTAKA HUM PHAT (mantra dque elimina os padrões mentais negativos)

.: OM HRIM GAURYAI NAMAH (mantra para desenvolvimento em todas as áreas)

.: OM SRI GOVINDAYA NAMAH (mantra para felicidade e riqueza)

.: OM AH RA PA TSA NA DHI

.: OM TARE TUTTARE TURE SVAHA

.: OM VAJRASATTVA HUM

.: OM AH HUM (mantra para iniciação a ioga)

.: OM DHUPE AH HUM (mantra para oferecer incenso)

.: OM KALI AH HUM (mantra saudação á Divindade)

.: OM WAGI SHORI MUM

.: OM AIM HRIM SRIM KLIM SOU HU OM (mantra chakra coroa)

.: OM KRIM NAMAHA (mantra chakra olho)

.: OM SO HU NAMAHA (mantra chakra garganta)

.: OM AIM HRIM KLIM CHAMUNDAYE VICHE (mantra chakra coração)

.: OM SRIM NAMAHA (mantra chakra plexo)

.: OM HRIM NAMAHA (mantra chakra alma)

.: OM AIM NAMAHA (mantra chakra base)

.: OM SANAT KUMARA AH HUM (mantra para força e coragem)

.: OM CHANDRAYA NAMAH ( mantra para tranqüilidade e clareza de raciocínio)

.: OM TARE TUTARE TURE SOHA (mantra Tara, que contém todos os 21 mantras Tara, harmonia, paz, amor, prosperidade, cura, proteção, etc.)

.: OM TARE TUTARE TURE DZAMBEH MOHEH DANA METI SHRI SOHA (mantra de Tara para a prosperidade)

.: OM BEMA TARE SENDARA HRI SARVA LOKA WASHUM KURU HO (mantra de Tara para evoluir)

.: OM TARE TUTARE TURE SARVA ATA SIDDHI SHIDDHI KURU SOHA (mantra de Tara para pedidos)

.: OM VAJRASATTVA HUM (mantra para purificar e esvaziar a mente)

.: OM SRI GANESHAYA NAMAH (mantra para proteção, prosperidade, desobstrução e qualquer pedido)

.: OM SRI KALIKAYA NAMAH (mantra transformador: Karma e auto limitações)

.: OM NAMAH SHIVAYA (mantra transformador: Karma e Auto limitações)

.: OM SRI MAHALAKSHMYAI NAMAH (mantra para a prosperidade)

.: OM SRI SARASWATTI NAMAH (mantra para pedir iluminação e desenvolvimento intelectual)

.: OM NARAYANAYA VIDMAHE VASUDEVAYA DHI MAHI TANNO VISHNU PRACHODAYA (mantra para proporcionar força, crescimento, bem estar espiritual, físico, mental e emocional.

.: OM HRIM BRAHMAYA NAMAH (mantra para elevar o estado de animo, para felicidade)

.: OM KLIM KRISHNAYA NAMAH (mantra para termos paz, coragem e poder)

.: AUM SOM SOMAYE NAMAH AUM (mantra para controlar nosso psiquismo, transmutar a energia solar em energia visual, magnética e protetora)

.: Mantras que canalizam a energia solar: renova: metabolismo, vigor físico, emocional e mental.

. OM BHUR BHUWAH SWAH

. TAT SAVITUR VARENYAM

. BHARGO DEVASYA DHIMAHI

. DHIYO YO NAH PRACHODAYAT

.: AUM BRING HANSAH SURYAYE NAMAH AUM (mantra para purificação, iluminação, prosperidade e revitalizante)

.: HÃMURÃBI ÕM SHIKTË SANSALA PHRÃSHIVATA ( mantra para obter vitória )

.: OH HA HUM VAJRA GURU PADME SIDDHI HUM

.: OH AH MA RA NI JI VAN TI YE SVAHA

.: PÃLAYATI GRHA ARI OM ( mantra para proteger a casa dos inimigos )

.: PÃLAYATI GRHASTHA ARI OM ( mantra para proteger o dono da casa dos inimigos )

.: GATE GATE PARAGATE PARASANGATE BODHI SVAHA

.: TATYATA OM MUNI MUNI MAHA MUNI SHAKYAMUNIYE SVAHA

.: RAM YAM KAM (mantra para equilibrar as energias do ambiente)

.: ALMANAH MARE ÃLBEHA AREHAIL ( mantra para proteção )

O Mantra OM

O termo em sânscrito ou Mantra OM, alude a linguagem como emanação ou expressão do Manas, a Mente. Um Mantra é um instrumento da Mente, do Pensamento. Na filosofia Hindu, um texto Sagrado, uma oração, um verso, uma palavra ou um simples Som pode ser um Mantra.

Ao referir Mantra, estamos citando a palavra não só como veículo de informação, mas como Poder e Movimento.

Conta a Tradição Hindu que o OM foi revelado aos Sri (Sábios videntes) que receberam os Vedas em tempos imemoriais, quando estavam em estado arrebatado de meditação, em contato com o “Alto”.

Antes do Universo manifesto (mana-rupa: o mundo dos nomes e das formas), se encontra o Eterno Logos, Verbo fundamental de Deus, que contém em si, em potência, todas as idéias, todos os nomes e todas as formas. O OM é considerado o Som mais próximo desta Palavra Divina e origem de todas as demais.

Todo o Universo vibra em OM. Seus diversos eventos constituintes são modulações do OM básico: energia vibrando em várias frequências. OM é Nada-Brahman, “o Som do Absoluto”. Por isto sua repetição se torna um veículo para sintonizar a “nossa” consciência com A Consciência Absoluta.

Fonte: Mantra e Consciência