O FORTALECIMENTO DE UM LÍDER

1551

Todos nós temos nossa essência como um ‘ponto de luz’ – a consciência, é o nosso estado mais puro, e despido de ego e com ele vaidade e autoria, porém apenas alguns possuem a ‘certeza’ disso. Os que não despertaram para essa certeza acabam por depositar a ‘confiança’ ou ‘medo’ numa outra consciência que não a sua própria essência.

Um ser consciente e confiante irradia a ‘certeza’ em luz, como uma estrela, essa auto-confiança atrai para si a confiança de outros.

Quando esses outros passam a depositar sua confiança nessa ‘estrela’, acresce de brilho e a fortalece,  e quanto mais brilhante mais adeptos e quanto mais adeptos maior a luz.

Muitos buscam essa luz por ‘medo’, medo de sua luz própria, medo da certeza de que também é uma estrela, isso seria muita responsabilidade.

Os que buscam um líder por medo, questionam sua conduta, embora não saberiam o que fazer em seu lugar.

Movidos a inúmeros questionamentos geram a incerteza perante outros iguais e muitas vezes balançam os que buscaram essa ‘estrela’ por depositar confiança nesta.

A prova de um líder é não se sentir envaidecido por essa luz adicional que recebeu, além de não se sentir confrontado pelos tantos outros que alimentaram sua luz movidos pelo medo.

Apenas manter a confiança em si mesmo é o desafio sem se prevalecer disto.

Todos os líderes que passaram pela história, que tiveram sua ‘estrela’ desperta primeiramente pela confiança depositada por alguém, que não sua própria auto-confiança, tiveram sua atuação movida por conquistas, batalhas, guerras, desafios, ganância, muitas vezes alcançando enormes feitos sem mesmo ter tido uma explicação lógica do quê buscavam. Afinal passou a buscar movido pela luz  nascida de outros.

Quando a luz “é” nata, ou seja brota por si em ‘certeza’ não se precisa buscar.

Acaba despertando outras consciências sem ser essa a intenção, apenas por Ser.

Conduzir um grupo sem problemas, sem crise já é um desafio, o do não entendimento real da função de cada um, de apenas “ser certeza”.

Quando em crise ocasionada por fator desconhecido dos adeptos é ainda maior.

Então em meio ao balanço há um convite para a interiorização de busca por sua própria luz, para que despertem em certeza e estejam unidos apenas por acreditarem no mesmo ideal seguindo pelo mesmo caminho.

… Ouvindo a voz pura que brota como guiança vinda do mestre interno, o coração…

Sophia Christou

Via: Consciência em Poesia

Anúncios

ENTRE PARTIDAS E CHEGADAS

point

Entre partidas e chegadas…

Meu coração dispara…

Quando parte…

Meu olhar te segue…

Quando chega…

Meu amor resplandece…

Quando pensa em mim…

Meu coração sorri…

Quando está presente…

Minha alma te sente…

Mesmo que seja por um instante…

Sinto como se fosse um longo presente…

Se faltar-me coragem…

Encontrarei sua mensagem…

Mas se a ilusão me alcançar…

Verei seu Espírito de Luz a me iluminar.

Jefferson L. Orlando

Jefferson L. Orlando – É Psicoterapeuta Reencarnacionista, Palestrante, Ministrante, Escritor, Apresentador do Programa Sol do Everest (Canal YouTube), Outorgado pela Magia Divina, Projetor Extrafísico e Espiritualista. Reside e atende em São Paulo/Capital com a Psicoterapia Reencarnacionista, Regressão Terapêutica (Método ABPR – Conduzido pelos Mentores Espirituais) e Bioenergético Anímico-Mediúnico através das Mandalas pela Magia Divina. Site: www.soldoeverest.com.br E-mail: jefferson@soldoeverest.com.br

A MAIS LINDA VIAGEM

10456204_819880921363179_4034092495680699037_n

Quem não gosta de viajar?

A grande maioria de nós gostamos de viajar. Viajar para outras cidades, outros estados, outros países, outros lugares. Se uma pessoa viajar uma vida inteira pelo nosso mundo não conheceria tudo, pois o mesmo é grande demais para ser conhecido pedacinho por pedacinho em uma única vida dedicada exclusivamente para isso.

Porém a mais linda viagem e mais profunda poucos fizeram, fazem e ou querem fazer, que a viagem para o coração, para dentro da alma, na essência do espírito, essa sim é a mais linda das viagens que uma pessoa pode fazer.

Não precisa de dinheiro, agência de viagem, passaporte, vistos, revistas de migrações, férias, aviões, navios, ônibus, carros, malas, roupas e uma série de coisas necessárias para viajar aqui na Terra. É claro que viajar é muito legal, novos lugares, novas paisagens, novas culturas, não estou falando que não devemos viajar.

Viajar é muito bacana, mas a verdadeira viagem, a mais linda e a mais importante de todas, você está fazendo?

Estou falando da viagem para o coração, na alma, bem na conexão com a nossa essência divina, o Espírito! Segundo algumas culturas orientais, elas falam que antes de nascermos nossa essência divina, entra pelo topo da cabeça (chakra* coronário) e instala-se no coração (chakra cardíaco) e lá passam uma vida terrestre inteira até o desencarne e saída do espírito por onde entrou. Lindo, não é mesmo? Por isso temos as expressões como: “ouvir o coração”, “falar com o coração”, “sentir com o coração”, “a voz do coração” e tantas outras… É a nossa conexão com Deus…

Muitos de nós desaprendeu a fazer a viagem mais linda de todas, outra parte das pessoas fazem qualquer tipo de viagem para não fazer a viagem mais linda de todas, outras só viajam, outros viajam para muitos lugares do mundo justamente para fugir da viagem mais linda de todas e a grande maioria nunca viajou para a viagem mais linda de todas e por este fundamental fator precisam reencarnar, reencarnar, reencarnar e reencarnar infinitas vezes na Terra, por que nunca fizeram a mais linda e essencial viagem de todas as viagens, a viagem para o coração.

A viagem mais linda é a primeira viagem que precisamos fazer, essa nos leva a lugares incríveis que nenhuma viagem terrena tem capacidade de fazer. Somente a viagem do autoconhecimento nos permitirá ascender para novas realidades e buscas essenciais que nossa alma realmente está procurando. Essa sim é a verdadeira viagem que estamos buscando através de tantas encarnações há dezenas, centenas, milhares de anos terrestres e há tempos celestes incontáveis. Enquanto não realizarmos a mais linda de todas as viagens, estaremos viajando para todos os lugares da Terra, mas sem sair do lugar.

Viajar para dentro é a mais linda viagem e a cada passo conquistado um novo “mundo” se abre e ao começar trilhar este novo caminho, você vai percebendo que nenhuma viagem terrestre possibilita tal experiência, alegria, felicidade, amor e conhecimento com esta.

Conheça muitos lugares do planeta terra, viaje, mas não se esqueça da essencial e mais linda viagem que todos nós precisamos fazer a viagem para dentro de nossos corações. Só essa poderá trazer o que realmente precisamos, todas as outras são muito legais, mas são superficiais.

Faça agora e não deixe para depois, escute o coração, a voz da alma, o suspiro do espírito, junte com a consciência do discernimento e viva uma vida mais essencial. Saia do Maya** e entre na viagem mais linda de todas, a viagem Espiritual, onde tudo começa e aonde tudo continua divinamente…

Desperte para a mais linda de todas as viagens, sempre há tempo…

Amor
Determinação
Confiança

Jefferson L. Orlando

* Chacra: Do sânscrito “chakra” – são os centros de força situados no corpo energético e que têm como função principal a absorção de energia – prana,  chi – do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico. Os principais chacras são sete – que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico.

** Maya: O conceito de Maya expressão das filosofias hindus e transladadas diretamente do sânscrito como princípio causador da ilusão por via indireta, mas não é a ilusão em si mesma. O que é ilusório não são as coisas em si mesmas. A ilusão está em nossa incapacidade de perceber as coisas como são em seu próprio nível de realidade. Nós as vemos de forma distorcida, de acordo com nossas limitações sensoriais e nossos condicionamentos. Isso não significa que as coisas “não existam”, e sim que não podemos percebê-las como são em si mesmas. Nossas percepções são coloridas e distorcidas por nossos sentidos. Esse fenômeno de distorção de nossa percepção objetiva é, sem dúvida, ilusório. Maya, porém, é mais do que isso. È a propriedade de plasmação de formas, sons, imagens e ritmos que formam o mundo natural.

Jefferson L. Orlando – É Psicoterapeuta Reencarnacionista, Palestrante, Ministrante, Escritor, Apresentador do Programa Sol do Everest (Canal YouTube), Outorgado pela Magia Divina, Projetor Extrafísico e Espiritualista. Reside e atende em São Paulo/Capital com a Psicoterapia Reencarnacionista, Regressão Terapêutica (Método ABPR – Conduzido pelos Mentores Espirituais) e Bioenergético Anímico-Mediúnico através das Mandalas pela Magia Divina. Site: www.soldoeverest.com.br E-mail: jefferson@soldoeverest.com.br

SUJEIRA DEBAIXO DO TAPETE

1293

Quantas vezes já ouvimos falar nesta expressão “sujeira debaixo do tapete” e quantas vezes nós fazemos isso com a nossa vida?

A grande maioria das pessoas que conhecemos faz isso, guarda sujeira debaixo do tapete quando se deparam com os desafios e com os conflitos da vida, mas nós também fazemos isso…

Pare agora somente um momento, seja sincero contigo e reflita quantas vezes você joga a sujeira debaixo do seu tapete e há quanto tempo vem fazendo isso ao longo da sua vida?

Pode ser inconsciente (a grande maioria), mas também é de forma consciente e ao longo do tempo essa sujeira vai ficando cada vez maior chegando a um ponto que a vida não permitirá que esta se acumule mais.

Como a vida enviará sinais que o acúmulo de sujeira está passando do limite?

Com depressões, tristezas, raiva, mágoa, intolerância, isolamento, síndromes, obsessões, dores no corpo e tantas outras situações chegando muitas das vezes as doenças físicas, o último estágio para a pessoa identificar/autopercepção o que está indo errado em sua vida. É claro que essa fórmula está descrita de forma simplista, porém tem em sua essência a base original para o desenvolvimento dos males físicos, emocionais, mentais, energéticos e espirituais.

Hoje em estudos mais avançados pela ciência tradicional, já é sabido que tudo no universo é energia e condensada em diversas formas. Nosso corpo físico, assim como qualquer coisa que está inserido ao universo (Criação Divina) é energia condensada e se você vem colocando sujeira (energia suja) para dentro do seu templo de todas as formas ao invés de energia saudável, não terá condições de escapar das consequências destas ações.

Temos tudo para mudar este raciocínio, esse costume, mas é preciso tomar atitude, despertar da inércia da vida “moderna”, cair na real, primeiro tendo a consciência que somos Espírito e que estamos mais uma vez de passagem neste planeta como Seres Humanos. Esse já é um bom começo, mas é somente o começo, é preciso ainda caminhar muito para perceber de forma consciente quanta sujeira a gente vem jogando debaixo do tapete do corpo, mente, coração e da alma.

Deixar para depois o que se deve ser encarado agora é uma gigantesca ilusão e isso quando estamos falando somente desta vida. Quando ampliamos nossa visão do Ego para o Espírito referindo-se a Lei Divina da Reencarnação, você tem o Livre Arbítrio de fazer o que você quiser (literalmente), as consequências virão quando forem necessárias, porém você estará levando para sua próxima encarnação toda a sujeira do tapete desta vida que você deixou de limpar quando teve a oportunidade de fazer.

Agora seja sincero mais uma vez contigo e pense quantas encarnações você irá precisar para limpar toda a sujeira debaixo do tapete somente desta vida?

Indo mais além e ouvindo a voz do coração, será que você já não fez isso em encarnações passadas?

Qual será o acúmulo de sujeira debaixo do seu tapete em sua jornada encarnatória?

Quando a pessoa desperta para esta visão consciente de sua espiritualidade e percebe que está com uma chance maravilhosa de mudar sua história imortal, um portal se abre e ai começa outra vida de realizações e aprendizados. Muitas das vezes essa pode ser sua mais valorosa oportunidade em relação as últimas dezenas de encarnações que você teve…

A mudança é agora, não acumule mais sujeira debaixo do tapete do que você precisa. As consequências sempre serão mais duras, cada vez mais o Espírito irá precisar de encarnações mais agressivas, ou seja, com adversidades para despertar seu processo evolutivo.

Aproveite este seu momento de lucidez, mesmo que seja por conta desta leitura simples, comece agora a limpar o que você precisa para viver uma vida de intensa Alegria, Felicidade, Paz e Amor…

Qualquer um pode fazer este exercício, basta QUERER, esse sim é o grande SEGREDO.

Amor
Determinação
Confiança

Jefferson L. Orlando

* Jefferson L. Orlando – É Psicoterapeuta Reencarnacionista, Palestrante, Ministrante, Escritor, Apresentador do Programa Sol do Everest (Canal YouTube), Outorgado pela Magia Divina, Projetor Extrafísico e Espiritualista. Reside e atende em São Paulo/Capital com a Psicoterapia Reencarnacionista, Regressão Terapêutica (Método ABPR – Conduzido pelos Mentores Espirituais) e Bioenergético Anímico-Mediúnico através das Mandalas pela Magia Divina. Site: www.soldoeverest.com.br E-mail: jefferson@soldoeverest.com.br

 

O VINHO E A SAÚDE DA MULHER

1077

O vinho é um alimento que foi concebido pelos deuses para enaltecer a saúde, a beleza e o espírito da mulher. Nenhum alimento é mais apropriado a virtuose feminina que o vinho.

Todas as virtudes terapêuticas do vinho para os homens beneficiam também as mulheres. Mas o vinho reserva alguns favores exclusivos para as mulheres. É deles que vou me ocupar aqui.

As ações benévolas do vinho para a saúde só ocorrem se ele for bebido com moderação, regularmente, junto com as refeições e por quem não tenha contraindicação ao uso de bebidas alcoólicas.

Os efeitos benéficos do vinho se devem um pouco ao baixo teor de álcool e muito aos Polifenóis e sua convivência harmônica com outros compostos. 60% dos Polifenóis vêm da semente da uva, 33% da casca, o resto da polpa, pedicelo e madeira. É por isso que, como regra, os vinhos tintos têm mais virtudes para a saúde que os vinhos brancos.

O adenocarcinoma de mama é o câncer que mais mata as mulheres. Ele tem uma relação direta com a ingestão de bebidas alcoólicas, isto é, quanto mais álcool uma mulher ingere maior a probabilidade dela ter esta doença. Isto está bem documentado em uma metanálise de 53 estudos epidemiológicos, incluindo 584.515 mulheres com câncer de mama. Este trabalho foi feito com a colaboração de vários pesquisadores e publicada no British Journal of Cancer, em 2002. Inúmeros estudos (mais de 10 nos últimos dois anos) mostram que quando a bebida ingerida é o vinho, há uma proteção ao desenvolvimento deste tipo de câncer. Várias outras pesquisas mostram os mecanismos pelo qual se dá esta proteção: a ação protetora do Resveratrol sobre os receptores estrogênicos da mama; a inibição da alteração do DNA que gera as células cancerosas, bloqueio do crescimento e disseminação destas células e também porque alguns Polifenóis (como a Quercitina) aumentam a apoptose – morte programada – da célula cancerosa.

As mulheres que bebem vinho regularmente, moderadamente e junto às refeições têm 50% menos chance de desenvolverem câncer de ovário. Isso foi o que constatou a Drª Penny Webbi da Austrália, estudando 696 mulheres com este tipo de neoplasia e mais 786 outras mulheres, sem a doença, num grupo controle. As mulheres que bebiam regularmente destilados e cerveja tinham tanto câncer de ovários quanto as abstêmias e as que bebiam vinho tinto tinham uma proteção um pouco maior do que as que tomavam vinho branco.

As mulheres que têm o hábito regular de beber vinho moderadamente com as refeições têm atenuadas as manifestações de climatério e menopausa, foi o que constatou o Dr. Calabrese da Itália. O climatério e a menopausa ocorrem quando o ovário – glândula sexual feminina – entra em falência e diminui muito a produção de estrógeno – o hormônio feminino. O Resveratrol – um dos 200 Polifenóis do vinho – tem uma similaridade estrutural e funcional muito grande com o Estrogênio. Por essa semelhança ele é reconhecido como um fito-estrógeno e age atenuando as manifestações do climatério e menopausa que afligem tantas mulheres no final da vida reprodutiva.

As mulheres que têm o hábito regular de tomar bebidas alcoólicas custam mais para engravidar. O Dr. Tolstrup e outros pesquisadores demonstraram uma relação direta entre o consumo de bebidas alcoólicas e infertilidade feminina. Mas a equipe do Dr Juhl, estudando 29.844 grávidas na Dinamarca, constatou esta relação apenas para as mulheres que consumiam cerveja e destilados e uma relação inversa para as mulheres que tomavam vinho. Outros estudos mostraram a mesma coisa: mulheres com hábito regular de beber vinho moderadamente com as refeições engravidam mais fácil que as abstêmias e bem mais rápido que as que tomam outros tipos de bebidas alcoólicas.

A osteoporose é uma condição clínica na qual o osso descalcifica e perde massa – fica poroso. Ela faz parte do processo natural do envelhecimento. Conforme avançamos em idade o nosso esqueleto vai descalcificando e os nossos ossos ficando mais frágeis. A osteoporose ocorre, sobretudo, nas mulheres quando entram na menopausa. A menopausa e a perda de massa óssea ocorrem pela deficiência de estrogênio. Existe um estudo muito bonito feito na França, com 7.598 mulheres com mais de 75 anos de idade que mostrou que as que tinham o hábito regular de tomar até três taças de vinho por dia, junto com as refeições, ganhavam massa óssea, contrariando a História Natural do envelhecimento. Isso acontece porque alguns Polifenóis que existem em abundância no vinho estimulam os osteoblastos – células que formam osso – e inibem o osteoclastos – células que destroem o osso. E também porque o Resveratrol tem uma semelhança estrutural e funcional com o estrogênio – o hormônio feminino que, entre outras coisas, preserva a arquitetura óssea.

Outra dádiva do vinho para as mulheres é sobre a pele – o órgão que mais expõem as crueldades do envelhecimento. Os Polifenóis do vinho melhoram muito a consistência e a elasticidade da pele, isso porque eles inibem a colagenase e a elastase, duas enzimas que destroem o colágeno e a elastina, responsáveis pela consistência e elasticidade deste órgão do revestimento. Além disso, eles melhoram muito a hidratação e a microcirculação da pele, dando-lhe mais vida. Estes efeitos dos Polifenóis ocorrem tanto se eles forem aplicados direto sobre a pele quanto se ingeridos. E quando aplicados direto na pele e ingeridos, as ações se potencializam. Esse efeito sobre a pele é tão impressionante que hoje existem inúmeros tratamentos de beleza e cosméticos feitos a base de óleo de semente de uva e vinho.

O governo americano tem uma vigilância muito rígida sobre a saúde do seu povo através dos CDC (Centers for Disease Control). A Drª Ann Malarcher, uma pesquisadora deste órgão, veio a público em 2001 para chamar a atenção para o fato de mulheres jovens (entre 15 e 44 anos de idade) que tomam até duas doses de bebidas alcoólicas por dia têm 60% menos Derrame Cerebral do que as abstêmias. E quando esta bebida alcoólica é o vinho a probabilidade de desenvolver essa doença é menor ainda. Esses dados epidemiológicos são tão relevantes que hoje a própria Associação Americana do Derrame Cerebral (NSA – National Stroke Association) reconhece que as mulheres que tomam vinho regularmente e moderadamente com as refeições têm menos Derrame Cerebral e que as mulheres que já tiveram esse mal e passam beber vinho regularmente e moderadamente têm menos chance de ter um novo episódio da doença.

A ingestão regular e moderada de vinho diminui a circunferência abdominal tanto em homens como em mulheres, foi a conclusão da pesquisa desenvolvida ao longo de 10 anos pelo Dr Vadstrup e colegas. Estes dados surpreendentes foram extraídos do “Estudo do Coração da Cidade de Copenhagem”. A população desta cidade está sendo observada há vários anos neste grande projeto de pesquisa. A medida da circunferência abdominal, como a medida da Pressão Arterial e do Colesterol sanguíneo, são um determinante de risco para ataques cardíacos e por isso objeto da observação. Quando os pesquisadores foram analisar o perímetro do abdome no grupo de pacientes que tinha o hábito regular de tomar diferentes tipos de bebidas alcoólicas encontraram este instigante dado: os que bebiam vinho diminuíam a circunferência abdominal, ao contrário dos que tomavam cerveja e destilados. Outros estudos, como feito pelo Dr. Yoshikawa mostraram que alguns dos polifenóis, que existem em quantidade apreciável no vinho, destroem gorduras por inibição de enzimas metabolizadoras de gordura como a lipase pancreática, a lipase lipoprotéica e a glicerofosfatodesidrogenase.

É por isso tudo que eu penso que o vinho é um alimento que foi concebido pelos deuses para enaltecer a saúde, a beleza e o espírito da mulher.

Por: Dr. Jairo Monson de Souza Filho – Médico cardiologista e estudioso dos assuntos relacionados a vinho e saúde.

GINKGO BILOBA TEM PODER !

Imagem

A ginkgo biloba foi a primeira planta a brotar após a destruição provocada pela bomba atômica na cidade de Hiroshima, no Japão e é famosa por suas façanhas. O extrato obtido de suas folhas comprovadamente reduz as tonturas, refresca a memória, alivia as dores nas pernas e nos braços e acaba com o zumbido no ouvido. Por tudo isso ela arrebanhou uma vasta clientela, composta na maior parte por idosos. Mas suspeita-se que o poder dessa planta de folhas de formato de leque vá além. Estudos realizados em laboratório e com seres humanos sugerem sua capacidade de prevenir e atacar tumores – mais um importante item que se acrescenta ao seu currículo.

Chamada pelos japoneses pelo carinhoso nome de Yin- Kuo, fruto de prata, o Ginkgo (Ginkgo biloba L.) considerado sagrado pelos budistas, sendo as suas árvores plantadas nas entradas de todos os templos. Descrita pela primeira vez pelo médico alemão, Engelbert Kaelmpter, por volta de 1690 foi levada para a Europa somente no ano de 1727 sendo considerada como único fóssil vivo. O Ginkgo despertou o interesse de pesquisadores depois de resistir ao ataque aéreo da bomba atômica na cidade de Hiroshima, Japão, quando voltou a brotar sob as ruínas da cidade devastada. O Ginkgo, que faz parte do milenar arsenal terapêutico chinês, adapta-se muito bem às características urbanas e em clima temperado, não sendo exigente com os solos e resiste muito bem à poluição pesada, insetos, fungos, bactérias e vírus.

Nome científico: Ginkgo biloba L.

Família: Ginkgoaceae.

A maneira como a ginkgo e seus componentes agem em escala celular ainda não foi totalmente decifrada, mas há algumas hipóteses. “Talvez a planta esteja envolvida com a habilidade do organismo de causar apoptose, a morte programada de células defeituosas”, diz Daniel Cramer, diretor de Obstetrícia e Ginecologia Epidemiológica do Brigham and Women`s Hospital, ligado à Escola Médica Harvard, nos Estados Unidos.

Outras estratégias descritas em diferentes trabalhos são sua habilidade para inibir os vasos que alimentam o câncer e sua capacidade de evitar danos ao DNA. Esses efeitos são obtidos por meio da ação de duas substâncias, os terpenóides e os bioflavonóides. Os primeiros viraram objeto de estudo mais recentemente. Os bioflavonóides, contudo, são conhecidos de longa data. Agem como antioxidantes, combatendo os radicais livres e impedindo o envelhecimento. Ambos fazem parte do mesmo extrato, o EGb 761 — matéria-prima dos comprimidos vendidos em farmácias.

O comprimido de ginkgo biloba desencadeia diversas reações que vão desde os pés até os ouvidos. Os vasos sangüíneos se dilatam e o sangue fica menos viscoso (mais “fino”, como se diz). Assim, corre mais rápido, com mais facilidade, e alcança melhor os lugares mais distantes do coração. O labirinto, estrutura que pertence ao ouvido, passa a ser mais bem irrigado e oxigenado, o que ajuda a acabar com tonturas e zumbidos. As áreas do cérebro responsáveis pela memória e pelo raciocínio ficam mais despertas. O fluxo mais intenso também acaba com as dores nos braços e nas pernas, comuns na terceira idade.

 

Efeitos colaterais

São raros os casos de efeitos colaterais advindos da ingestão de ginkgo, mas não se pode ignorá-los. O remédio possui tarja vermelha e só pode ser vendido com receita médica (a dose máxima recomendada é de 240 mg/dia). Esse cuidado existe porque, ao dilatar os vasos sanguíneos, a ginkgo pode provocar enxaqueca e aumentar a sensibilidade da pele, causando alergias. Esse problema é maior nas cápsulas de pó macerado e nas folhas para chá, vendidas em lojas de produtos naturais. Além de ter a eficiência questionada, elas possuem grandes quantidades de um ácido capaz de irritar a pele. Ao afinar o sangue, a planta também pode causar sangramentos (antes de submeter um paciente a cirurgia, os médicos costumam pedir que cesse a ingestão do comprimido). Na bula do medicamento há ainda advertências com relação a distúrbios gastrointestinas e queda de pressão arterial. “A ginkgo é uma planta segura, mas deve ser usada com cautela”, resume o americano Daniel Cramer.

 

Fonte: Duda Teixeira – MdeMulher Saúde

ESSÊNCIA

Imagem
 
Sou o encontro… A coragem da noite, sou o orvalho a gota que dá à terra, o sustento do carvalho.
Sou o por e o nascer do sol, sou luz, vida e esplendor,sou o conto do rouxinol.

Sou o silêncio… A saudade.
Eu sou o vento que sopra as asas da liberdade.
Sou o oceano, inquieto, sou ondas, sou calmaria, sou o vôo da gaivota rasante na maresia.

Sou alma… Sou vida, sou pincel, sou a cor, sou a lágrima escondida da saudade… Eu sou a dor.
Eu sou a chuva que mata a sede da plantação, sou o bálsamo que acalanta a ânsia do coração.

Eu sou o circo, o palco do cenário, a construção, sou a história contada, sou o calor da encenação.
Sou a magia tirada das veias do coração.

(Mariana Mayer)