Lua Cheia de morango (09/06), rara em Sagitário, desperta energia de cura para nossas feridas mais profundas…

lua de morango

 

No dia 9 de junho, veremos um tipo especial de lua cheia que acontece apenas uma vez por ano: a Minilua, ou a lua cheia que aparece em tamanho um pouco menor do que o habitual.

Esta lua é chamada entre os colonos europeus das Américas de Lua Rosa. Os povos de língua celta a chamavam de Lua dos Cavalos.

E alguns norte-americanos chamam essa lua de Lua de Morango, pois é em junho que os morangos selvagens nativos das Américas amadurecem nessa região.

Então, o que essa poderosa lua cheia reserva para você neste mês?

Esta  minilua de morangos indica um ponto de mudança ou uma pequena crise envolvendo seus relacionamentos ou finanças. Continua um processo de transformação que você iniciou nas últimas duas semanas. Esta é uma lua cheia para transformar e curar a devastadora dor de doenças, corações partidos, lares destruídas e dívidas financeiras acumuladas.

Esta Lua cheia em Sagitário traz ansiedade, perda de energia, perversão e malícia. Com a Lua, esta estrela também traz segredos, ciúmes e problemas com parentes.

Forças opostas ou polaridades em sua vida estão ganhando reconhecimento. isto pode incluir ego vs emoções, seu trabalho vs casa, ou o que você precisa contra o que você deseja. A tensão interna e as pressões externas podem levar a conflitos pessoais e crises que drenam sua energia.

As qualidades lunares de emoções e instintos atingem seu pico em plena lua. Use sua força emocional e intuição para superar quaisquer desafios. A consciência subconsciente permite um olhar imparcial e equilibrado em seus relacionamentos pessoais. Você verá claramente qualquer dinâmica do relacionamento ou sentimentos negativos que causam desarmonia.

Todas essas emoções chegando à superfície podem fazer com que você queira salvar-se ou, na maioria dos casos, quando vê os problemas de outros surgirem, salvá-los.

No entanto, aqueles atraídos por esta lua cheia devem ter cuidado, para não desenvolverem um complexo de salvador. Quando isso acontece, podemos ser sufocados ou sufocar aqueles ao nosso redor.

Um relacionamento saudável pode sofrer alguns momentos desconfortáveis, mas continua evoluindo cada vez mais. Relações insatisfatórias podem sofrer de deslealdade ou outras formas ou desrespeito. Tentar satisfazer sua necessidade de intimidade com um estranho só causaria problemas por causa de descuido e padrões baixos.

Autodisciplina e maturidade emocional irão ajudá-lo. Tente superar sentimentos de culpa pelo passado. A exposição de vulnerabilidades emocionais e a abertura para os entes queridos, permitirão fortalecer o vínculo que você precisa para superar a crise.

As luas cheias tendem a nos fazer liberar coisas de nossas vidas, então, precisamos ter certeza de que estamos no controle disso, e que ninguém está nos forçando!

Às vezes, podemos deixar de lado coisas e nos arrependermos mais tarde, devido a emoções acumuladas e reações impulsivas.

Esta ferida da lua cheia pode aparecer onde nos sentimos cicatrizados, traídos ou marcados. A ferida pode vir de escândalos familiares, um problema com herança ou um traço ancestral indesejável.

A evolução positiva do karma e da alma virá da transformação e da cura que você completará nas próximas duas semanas.

____

Fonte: Mystical Raven

HORÓSCOPO INDÍGENA – CONFIRA SUAS CARACTERÍSTICAS

xama

Dou-lhe a conhecer o horóscopo da tribo Tupi, oriunda do Brasil. Segundo as crenças dos indígenas, primeiro Deus criou os céus e a terra e depois criou o índio. Saiba, segundo a sua data de nascimento, qual a sua personalidade e a que elementos da natureza, água fogo, terra ou ar pertence.

Veado

De 1 a 31 de janeiro

Elemento: Fogo

A força deste signo está particularmente ligado ao Sol. É uma pessoa que nasceu para comandar e algumas das suas atitudes podem ser mal interpretadas, principalmente quando não consegue equilibrar o seu lado impulsivo com o seu lado mais calmo, que lhe é passado pela mansidão do veado. Na verdade, se dominar o lado mais tranquilo, é possível que se deixe abater pela fraqueza, o que pode torná-lo uma pessoa que pouco ou nada se consegue impor perante os outros. Porém, se dominar o extremo da força, também os outros o podem desprezar pelas suas atitudes de revolta, o que resultará inevitavelmente na solidão. Acabará por não conseguir ter ninguém do seu lado. Para que esta personalidade consiga atingir o equilíbrio, o ideal é não entrar em extremos e manter a natureza mansa do veado e a força do fogo. É um signo também muito ligado à maternidade e revolta-se muito com a maldade humana, estando sempre pronto para defender os mais desfavorecidos. Tem uma índole justa e tenta tornar-se, ao longo da vida, uma pessoa melhor.

Macaco

De 1 a 28 de fevereiro

Elemento: Terra

As pessoas nascidas sob a influência deste signo são verdadeiras forças da natureza, que tentam que o seu espírito se eleve em relação aos seus instintos do corpo físico. A luta entre um princípio superior sobre o inferior é uma luta constante, mas o seu grande objetivo é realmente a procura pela meta mais elevada. É um defensor inato do meio ambiente e da natureza, e quando define uma meta torna-se incansável até atingi-la. Quando as coisas não saem consoante os seus planos, pode tornar-se muito tenso e até mesmo nervoso, afastando algumas pessoas com uma maneira rude e desagradável. Poderá controlar esse feitio, se elevar a sua alma sempre aos assuntos espirituais, e manter os pés bem assentes na terra e a cabeça no ar. São pessoas com uma grande coragem, fiéis, sendo que a sua devoção a quem amam é incondicional.

Boto

De 1 a 31 de março

Elemento: Água

Embora o seu elemento seja a água, o boto Uauira está ligado ao Sol. Têm caraterísticas na sua personalidade muito inconstantes, pois tem uma atração fatal pela ondulação do mar, mas anseiam também ter os pés bem assentes na terra, o que as faz muitas vezes irem ao fundo com algumas escolhas que fazem para a sua vida. Mas como são extremamente enérgicas e dinâmicas, rapidamente dão a volta por cima, começando tudo de novo, se for necessário. São pessoas a quem se pode confiar um segredo, pois têm a grande capacidade de guardá-lo durante toda a vida. A sua inteligência, os seus valores morais, bem como a sua ética leva-os mais longe, mas também podem frustrar-se se não conseguirem atingir os seus objetivos com rapidez. Combinam muito bem com pessoas regidas pelo elemento terra, o que quer dizer que tanto pode fazer uma sociedade para a vida com elas ou ter uma relação amorosa muito duradoura.

Boitatá

De 1 a 30 de abril

Elemento: Ar

Estas pessoas são regidas pelo astro Sol, e portanto são dotadas de uma grande sabedoria e clareza de raciocínio. O símbolo que representa este signo é a cobra do grande fogo. Insurge-se contra as injustiças e o seu forte espírito afasta todos aqueles que lhe pretendam fazer mal. Tem uma personalidade um pouco misteriosa, e para além de serem muito inspiradas, adoram improvisar. Por norma, conseguem surpreender sempre aqueles que os rodeiam com as suas atitudes. Nada é previsível com as pessoas deste signo. Afastam-se sempre de discussões, e são capazes de se tornar os
piores inimigos se alguém os envolve em intrigas. São, porém, extremamente benevolentes, meigos e capazes de perdoar com alguma facilidade. A sua personalidade tem da parte do boto caraterísticas passivas, enquanto da parte da cobra recebem a força e o dinamismo que necessitam para vencer na vida.

Saci

De 1 a 31 de maio

Elemento: Terra

Para além de serem regidos pelo astro Lua, estas pessoas pertencem à mãe divina, a Deusa Jaci, ligada ao elemento água. Têm a plena consciência da sua força e estão atentas a todas adversidades da vida, sendo que dificilmente se deixam enganar pelos outros. Mesmo que pareçam um pouco distraídos, pois são muito brincalhões e um pouco irresponsáveis, os nativos do signo Saci não deixam escapar as oportunidades. Mesmo que os outros achem que ele não se importa com algo, a verdade é que ele luta até ao fim por aquilo em que acredita e que quer para a sua vida. É verdade que a lua lhes passa algum aspeto mais inconstante, mas são pessoas com os pés bem assentes na Terra e que sabem que só devem preocupar-se com aquilo que tem realmente importância. Gostam de mudanças, são aventureiros e correm sempre atrás de um sonho, de um ideal.

Urutau

De 1 a 30 junho

Elemento: Ar

Representados pelo Papagaio, o boca de fogo, as pessoas nascidas sob a influência deste signo têm como astro regente a lua, ligada ao elemento água. São apaixonados pelo mistério, pelo ocultismo e pela religião. Os outros sabem que podem obter os melhores conselhos por parte destas pessoas, pois as suas palavras são sempre sábias. No entanto, mantêm-se em silêncio até que lhe peçam a sua opinião. O seu lado mais introspetivo pode, porém, levá-los a correr atrás do nada, pois o seu elemento ar fá-los sonhar por ideais, muitas vezes, impossíveis de realizar. Mas segundo a lenda, o Urutau, a ave invisível da noite, progride enquanto os outros dormem, e é dessa forma que consegue alcançar os seus objetivos mais depressa do que os outros. É uma pessoa insistente e só desiste depois de muita luta.

Boiúna

De 1 a 31 de julho

Elemento: Água

A serpente negra aquática é o símbolo que representa este signo. São pessoas com uma força presente no meio onde vivem e têm uma personalidade muito ativa, sempre capaz de fazerem as coisas acontecer. Fiéis por natureza, jamais abandonam também, no meio do caminho, aqueles que lhe foram mais leais. Têm também um lado mais inconstante, querendo, muitas vezes, vencer na vida através da imposição, tendo alguma dificuldade em dar o braço a torcer. São mais frios e distantes do que, por exemplo, os signos regidos pelos elementos de Fogo e Terra. Não há dúvida, que muitas coisas acontecem devido à sua influência, principalmente porque conseguem ser muito dramáticas, puxando pela emoção dos outros para atingirem os seus intentos. Para alcançarem um equilíbrio devem juntar-se a pessoas cujo o signo seja do elemento Fogo e Terra. Dessa forma, conseguirão liderar sem passarem por cima de ninguém.

Passarinho

De 1 a 31 de agosto

Elemento: Fogo

Esta é uma pessoa que consegue ganhar facilmente a simpatia dos outros. Sabem ouvir como ninguém, e sentem que o seu grande objetivo na vida é estarem ali para quem precisa, e serem úteis aos outros. A generosidade é uma das suas melhores facetas, acreditando que os seus atos podem criar muitas coisas novas, bem como mudar destinos e melhorar a vida dos outros. São dotados de uma grande criatividade e originalidade, algo que lhes surge devido ao seu astro regente, a Lua. São portanto pessoas capazes de singrar facilmente no mundo das artes. São muito admiradas pelos outros e dificilmente viverão isoladas, pois os outros sentem necessidade de as ter perto de si. São extremamente sonhadores, e para se sentirem completos precisam juntar-se a pessoas com signos do elemento Terra e Ar. A sua busca infinita é pela beleza, pelo amor e pela fraternidade.

Sereia

De 1 a 30 de setembro

Elemento: Água

Estas pessoas são muito românticas e se há algo importante para elas é o amor. A busca pela alma gémea é uma das coisas mais importantes da sua vida. Embora estes nativos sejam regidos pelo elemento água, a sua cada astral é a Terra, o que os liga inevitavelmente à apreciação da beleza e os torna muito equilibrados. Os nativos de Sereia adoram viajar, descobrir novas culturas, mas são também muito ligados à família e ao seu lar. São muito sonhadores, dóceis e amorosos e sentem-se muito agarrados às memórias do passado, tendo alguma dificuldade em desligar-se de todas as lembranças. A sua existência é sempre pautada por uma grande dose de romantismo e têm o poder de despertar a simpatia nos outros. Extremamente dedicados àqueles que amam, estes nativos são também muito fiéis e representam a força do amor terreno.

Caititi

De 1 a 31 de outubro

Elemento: Terra

Representados pelo símbolo da Fada, estas pessoas têm a sua casa astral na Terra também. São muito racionais, que vão buscar todas as suas forças ao magnetismo da física. Têm um amor puro pelo próximo e são pessoas que dão muito, sem pedirem nada em troca, embora exijam que os outros sigam o caminho da honestidade para merecerem as suas dádivas. É fadada para dar alegria a todos e tem o dom da caridade. Tem também um grande senso de justiça e vive constantemente em busca dos seus próprios mistérios. Gostam de sonhar, mas o seu elemento terra não os deixa voar muito alto nem nadar para muito longe.

Boiarara

De 1 a 30 de novembro

Elemento: Fogo

O Dragão é o símbolo que representa este signo, que carateriza estes nativos com uma grande coragem e uma força magnética que energiza as emoções. Se por um lado, estas pessoas pensam muito com o coração, a verdade é que também, devido ao facto de pertencer à casa astral de Terra têm os pés assentes no chão. Embora apreciem a vida ativa, sentem que precisam conter os seus impulsos e poucas vezes se deixam levar pela imaginação. Têm uma personalidade muito espiritual e jamais admitem a derrota, não aceitando também a submissão. Sabem como ninguém honrar os seus compromissos.

Guanumbi

De 1 a 31 de dezembro

Elemento: Ar

O seu astro regente é o planeta Terra, que combinado com o seu elemento Ar lhe dá caraterísticas ligadas ao espírito, à imaginação, ao sonho, mas também à terra. É uma pessoa que tenta aproveitar todas as oportunidade que a vida lhe dá, escolhendo sempre para si tudo aquilo que é melhor. Dá portanto, alguma importância ao luxo, mas também não se esquece dos outros. Assim sendo, consegue dar aos outros o exemplo daquilo que é o mais correto e tem a função nesta vida de conduzir os outros para o descanso espiritual. É uma pessoa que dá muita importância à beleza, tem uma grande autoestima, e é sempre cordial e atenciosa. É simbolizado pela ave beija-flor.

___

Via: Consultório de Astrologia

ERA DE SATURNO COMEÇA NO DIA 20; ENTENDA MUDANÇAS QUE VIRÃO NOS PRÓXIMOS 36 ANOS!

art-girl-walls-bars-water-herbs-home-line-landscape-circles-birds-ladders-surrealism

Neste dia 20 de março, saímos da Era Solar, em que o Universo foi regido pelo Sol por 36 anos, e entramos no ciclo de Saturno, onde estaremos pelos próximos 36 anos. Seremos obrigados a deixar cair as máscaras e isso pode não ser muito fácil, especialmente para os nascidos entre 20 de março de 1981 e 19 de março de 2017. Eles são filhos do Sol e devem aprender as qualidades desse luminar. A sociedade ensinou-os a viver nas sombras e agora devem encontrar a si mesmos, compreender quem realmente são em profundidade.

Até o dia 19 de março de 2017, vivemos o narcisismo da Era Solar, que nos trouxe alguns males. Veja a seguir.

Imagem acima de tudo: silicone, bumbum durinho, barriga negativa
Como indivíduos, tivemos um investimento excessivo na imagem. O narcisismo empurra as pessoas a preocupar-se mais com a imagem do que com os seus próprios sentimentos. Agindo “sem sentimentos”, tornamo-nos sedutores e manipuladores, para obtermos poder e controle. Nos tornamos egocêntricos, voltados para os próprios interesses, mas carentes de valores emocionais verdadeiros. Sem um sentido mais profundo de “si mesmo”, vivemos a vida de maneira vazia.

Na necessidade de sermos perfeitos, mas na aparência, vamos nos aperfeiçoando detalhadamente: no corpo, com as plásticas, silicones, preenchimentos, tratamentos a laser e no sexo perfeito, automatizado, distante das emoções. Robôs autômatos e guiados pelos desmandos sociais.

Sociedade dividida: homem x mulher, esquerda x direita e por aí vai…

Como sociedade, podemos entender o narcisismo como uma perda de valores humanos: ausência de interesse pelo meio ambiente, pela qualidade de vida, pelos semelhantes. Uma sociedade que sacrifica o meio ambiente em nome do lucro e do poder e mostra total isenção de sensibilidade humana.

O mundo material ocupa lugar superior à sabedoria, à experiência humana. O sucesso é mais importante que o respeito a si mesmo e à dignidade. Vivemos na superficialidade e, nesse movimento, vamos nos dividindo entre o que somos realmente e nosso sucesso pessoal e social. Dessa maneira, nossa frustração, ansiedade e sentimento de vazio só crescem.

Temos que ser eficientes em tudo

Com uma vida cada vez mais vazia, nos distanciamos mais de nossa humanidade. O objetivo principal é a eficiência. É necessário e quase vital sermos eficientes em tudo. Ser humano incorre em erros, falhas, faltas. Mas caminhamos distantes da ternura, da compaixão, da verdadeira solidariedade.

E quanto mais forte e eficiente for sua imagem, maior o reconhecimento. Quanto maior seu status social, mais intenso o aplauso. E o que determina esse reconhecimento? O poder que você conquista, seja pela sua beleza, capacidade de não envelhecer, ter uma boa colocação, trabalhar em uma empresa de porte e sucesso.

Dever de ser feliz e realizado

Esse é outro mal que a Era Solar nos trouxe, escondido em sua sombra: a felicidade como dever. E os laboratórios enriquecem cada vez mais exatamente por isso. Perdemos o fio, nos perdemos nas imagens adequadas para alcançarmos objetivos que, na maioria das vezes não são nossos.

Máscaras irreais

Criamos uma máscara social que se mistura à pessoal, até que começamos a sufocar. E quando isso acontece, pode ser tarde demais para retirá-la.

A Era Solar foi construída sobre bases frágeis, pois há um grau enorme de irrealidade nela e em todos nós, que nos deixamos levar pelos seus enganos. As bases sociais narcisistas devem cair por terra e junto com ela, toda irrealidade individual, coletiva e social. A irrealidade é neurótica, mas também esbarra na psicose. Existe muito de loucura nesta sociedade que criamos e vivemos e, nós mesmos, não estamos dando conta dela.

E agora? É hora de o Universo colocar ordem na casa

Neste final de ciclo que vivemos agora, precisamos refletir sobre o que nos levou a criar algo tão irreal em termos de sociedade e compreender as causas culturais e pessoais que nos levaram a isso. O que aconteceu conosco, para um distanciamento tão intenso de nossas emoções e sentimentos? Para um distanciamento tão severo de nós mesmos?

Saturno traz regras e é exigente

Saturno é um deus conservador, que preza pelo cumprimento das leis, normas e regras.

Creio que tudo o que for muito polar ao ciclo que passou, não resiste muito tempo, pois devemos todos ressignificarmos valores antigos e não ressuscitá-los, pois o processo evolutivo da humanidade caminha para a frente. Uma séria ressignificação de valores, inexistentes nas últimas décadas, será necessária. Mas nunca a retomada dos antigos, pois não fariam mais sentido, depois de tantas conquistas.

O símbolo de Saturno é uma caveira com uma foice nas mãos, o que significa que, assim que ele começa a derramar suas energias sobre nós, haverá uma tendência a ceifar tudo o que não serve mais para o nosso processo evolutivo. A maneira que isso vai acontecer, não tem como prever, pois pode ser através de pequenas ações pontuais ou algo que envolva uma grande parte da sociedade ou ela toda.

Em um segundo momento, nos adaptamos à sua força e exigência e começamos a buscar por alguma ordem dentro de nós mesmos. Os processos emocionais se tornam mais profundos e todos os que evitaram o contato consigo mesmos podem sofrer mais nessa transição.

Saturno não é só disciplina, mas também expansão da consciência

Saturno é conhecido como o Senhor do Carma, isso porque ele simboliza um processo psíquico mais profundo, que brota com algum tipo de experiência, interior e/ou exterior. Saturno não simboliza apenas os limites, a dor, as exigências, a disciplina, os obstáculos, mas como processo psíquico, está atrelado à ampliação ou expansão da consciência de todos nós como indivíduos e como humanidade.

Nossa psique caminha na direção à unidade, ao verdadeiro ser. E tudo o que tem impedido essa expansão de consciência acontecer será ceifado, dentro e fora de nós. Enquanto ignoramos nossos processos psíquicos, nossas necessidades mais profundas na direção de nós mesmos, o carma acontece. Saturno é o nó que precisamos desatar, para dar o passo à frente, para compreendermos de maneira aprofundada quem somos, verdadeiramente.

Temos à nossa frente, 36 anos, que devem ser vivenciados com a maior consciência possível, com responsabilidade por nossos pensamentos, palavras e ações e, dessa maneira, crescermos todos juntos, como humanidade.

É muito importante lembrarmos que as circunstâncias exteriores de nossas vidas são, na verdade, mudanças psíquicas interiores por que passamos e sofremos. A psique, como um todo, é uma energia dinâmica, que está por trás de todo acontecimento para o nosso desenvolvimento e crescimento.

Quando passamos por nossos processos psíquicos, de alguma maneira, seja através de uma psicoterapia profunda, da meditação disciplinada ou alguma outra forma que nos empurre para nós mesmos, precisamos estar plenamente conscientes deles. Caso contrário, nos tornamos marionetes nas mãos do destino, Carma, ou seja qual for o nome que você queira dar para esse processo.

A consciência é nosso melhor caminho. Mas não uma consciência superficial. É necessário o aprofundamento emocional, para chegarmos no que existe de mais profundo em nós. Somente através da descortinação do véu que encobre nossa identidade poderemos viver a transformação necessária, que este próximo ciclo de Saturno exigirá de todos nós.

É hora de arregaçarmos nossas mangas e trabalharmos duro na direção do crescimento e evolução de todos nós, com indivíduos e como humanidade.

 

Por Eunice Ferrari, astróloga e psicoterapeuta

 

Eclipse Solar – 26 de fevereiro – será um processo de purificação sem precedentes

eclipsesolar

Estamos, enfim, chegando ao fim de um ciclo de dois mil anos, em que por um longo tempo vimos nos curando, nos purificando das velhas crenças, padrões cármicos e marcas genéticas/implantes que nos mantiveram escravizados em uma realidade limitada e sombria. Por isso que o ciclo dos últimos nove anos foi uma etapa de liberação muito intensa, que não pode ser comparada com as anteriores.

Esse eclipse – principalmente para as novas almas que estão acessando esta jornada – será um processo de purificação sem precedentes. Porque, é finalmente com esse eclipse solar, a 8 graus do etéreo signo de Peixes, o último até os próximos dezoito anos, que passamos da escravidão para a liberdade, por finalmente deixar para trás a Era de Peixes e entrar na emancipadora Era de Aquário.

Estamos profundamente imersos, desde o começo deste mês – e até o equinócio de março – em uma intensa passagem cósmica. Pois estamos constantemente dissolvendo e ativando as frequências mais elevadas para que possamos continuar com o nosso trabalho interior de reconexão do DNA e continuar a recuperar todo o antigo conhecimento, que ainda está intacto internamente e que certa vez foi desativado.

Durante esses seis meses, em que as energias dos eclipses serão sentidas fortemente, e à medida que continuamos a liberar e integrar essa nova onda em nossos corpos, vamos experimentar muitas sensações físicas, visto que estamos liberando mais densidade de nossos corpos. Tomem isso como uma parte natural do nosso processo de ascensão, em vez de uma experiência dramática, porque todos sabíamos que nem sempre seria fácil.

Neste momento, as energias dos eclipses, vão alterar de modo profundo os campos magnéticos da Terra. É por isso que os Guardiães estarão ocupados ancorando as frequências que se originam desses portais estelares, enquanto os estabilizadores, por exemplo, o meu papel, será de ancorar o equilíbrio.

Todo mundo tem o seu papel exclusivo na Criação, e todos temos codificado em nosso DNA os códigos de luz adequados, que nos conectam às frequências específicas que devemos transmutar, ancorar ou trazer à harmonia para o Todo.

Em um mês em que estamos envolvidos por muita impetuosidade, uma vez que temos cinco planetas em signos de fogo, para nos ajudar a queimar velhos mundos criados, certa vez, no nível de conscientização que possuíamos e começamos de novo, somos abençoados com as energias intuitivas e de cura de Peixes, cuja essência yin nos acalmará, enquanto continuamos navegando nessa intensa onda ardente, em uma eterna dança de liberar tudo e acolher novos horizontes.

A energia ígnea se concentra no eu e age no físico, enquanto a água de Peixes se concentra na consciência da unidade e no serviço. Ambas são essenciais para manter o equilíbrio, à medida que continuamos a experimentar um aspecto individualizado da Fonte, em um plano físico.

Peixes é o último signo do zodíaco. É com Peixes que começamos a lembrar de nossas verdadeiras origens, removendo débitos cármicos, nos purificando e alcançando a iluminação pessoal.

Esse eclipse marca um ponto fundamental no coletivo, porque vai trazer a verdade acima da ilusão, a cura e muitas revelações, principalmente para as almas que – devido aos seus contratos anímicos – estão se curando e se desprogramando, e começando a incorporar mais informações acerca da sua exclusiva missão de alma no Planeta, para estarem a serviço.

É também com Peixes que despertamos para a nossa derradeira lição, que todos somos Um na Criação – lembrando de nossa conexão com todos os seres, e enfim, passando de nossa personalidade tridimensional programada, para um espaço de livre soberania e compaixão relativamente a nós mesmos e ao Todo, acolhendo não apenas o nosso aspecto individualizado, como foi no começo com Áries, mas todos os aspectos multidimensionais de quem verdadeiramente somos, bem como os demais.

Quando atingimos esse signo de água, é porque estamos prontos para subir mais um degrau nessa espiral evolutiva infindável da Criação, e começamos a incorporar nossos chacras superiores e despertar para a consciência cósmica, uma vez que já dominamos nosso reino terreno, e estamos preparados agora para acolher uma perspectiva mais elevada de quem somos.

Esse eclipse é para terminarmos, assim como começarmos novamente, porque ambos estão entrelaçados, os antigos padrões, que ainda temos a tendência de repetir, e acolher o nível superior das Verdades, que nos ajudarão a lembrar de nossa natureza divina, em lugar do antigo estímulo da desesperança humana, de que somos meras vítimas de circunstâncias externas.

No período do eclipse solar, temos o Sol em conjunção com a Lua, e Netuno em Peixes, juntamente a Mercúrio, Pallas, Quíron e o Nodo Sul, nesse mesmo signo. Essa é uma dádiva cósmica para que curemos o nosso eu ferido e mergulhemos nas profundezas do oceano da consciência da unidade, que é o que Peixes e o seu regente, Netuno, nos convidam a fazer, dissolvendo-nos na totalidade de nossos domínios interiores – e sentidos superiores – assim como a Fonte de amor e seu eterno e amoroso abraço de onde todos emergimos.

O Sol em conjunção com Netuno – o regente de Peixes – e ainda mais com a Lua envolvida, vão ajudar a nos conectar com o nosso subconsciente e com os Reinos Superiores da Iluminação, trazendo desses planos ocultos o conhecimento que vai nos ajudar a discernir entre as muitas possibilidades que ainda estão oscilando em nosso plano mental, aguardando para serem trazidas para o tangível, de modo que o nosso criador interno possa continuar a evoluir nessa nova etapa de nossa jornada ascensional.

Trata-se de um momento mágico para estabelecer contato com o nosso Eu Unificado/Eus e outros seres que vêm andando conosco, em silêncio, até que dominemos nosso eu inferior, para nos lembrar de que esses seres são apenas as nossas versões mais elevadas e de outros companheiros cósmicos, que decidiram nos apoiar nos planos não-físicos da existência, enquanto caminhamos na Terra.

Este é um momento para as almas ascendentes, que vêm trilhando esse caminho por um longo tempo, começar a reconhecer a nossa verdadeira herança cósmica, assim como a conexão natural com as outras dimensões da Criação, porque isolados não podemos fazer tanto quanto quando estamos unidos.

O contato se faz de muitas maneiras, visto que somos todos únicos. Alguns ouvem, alguns veem, alguns sentem e outros se comunicam de modo telepático, entre muitos outros meios. Quando nos comparamos aos outros, nos enfraquecemos, por deixar de amar o aspecto individualizado da Fonte que está ávido para experimentar esta vida por nosso intermédio, simplesmente como somos. Todo mundo possui os próprios dons e meios de contatar o desconhecido. Todas as formas são iguais.

A frequência de Netuno – se integrada com o equilíbrio – pode nos ajudar a mergulhar em nossos domínios interiores ou pode nos levar a um estado de ilusão, porque Netuno é o planeta do subconsciente e também da ilusão. Isso é o que os extremos provocam, quando, em vez de nos alinharmos com a nossa alma, nos alinhamos com o nosso ego, escapando da realidade – fingindo ver e receber o que ainda não somos capazes de acolher, devido à nossa frequência inferior, e, portanto, mentimos para nós mesmos.

É por isso que é essencial honrar e respeitar o lugar em que estamos, sem criar mais ilusões, porque estamos sempre no lugar perfeito e em nosso tempo divino, para integrar os níveis mais elevados da consciência.

Outro importante aspecto desse eclipse pisciano, é a conjunção entre Marte e Urano, e a oposição entre esses dois planetas com Júpiter. O guerreiro, Marte, juntamente ao planeta da rebelião vão nos dar uma enorme infusão de criatividade e coragem, mas também uma impulsividade para agir, visto que esses planetas juntos são forças que não se pode deter. Eis onde Júpiter, em Libra, vem trazer uma percepção superior, paz, expansão no pensamento e discernimento.

Alguns astrólogos dizem que essa combinação provocará acidentes e muitas tragédias, mas já sabemos que essa poderosa onda simplesmente é. Somos nós que temos que fazer a escolha consciente a fim de direcionar as energias para a manifestação de nossas criações internas, ou utilizá-las para destruir.

Somos presenteados com uma nova oportunidade para agir com integridade e compaixão – com todos – a cada momento. As energias simplesmente existem, não são boas nem más, o seu significado e o uso que fazemos delas é de nossa responsabilidade.

Durante o eclipse solar, temos outro alinhamento cósmico entre o eclipse solar e a estrela fixa Skat, na constelação de Aquário, trazendo-nos a lembrança de nosso verdadeiro estado de ser natural, que é sempre um de regozijo e unidade com todos. O nome Skat significa “O Desejo” e se origina da antiga Pérsia. Como essa estrela está alinhada também com Júpiter e sua energia expansiva, vai iluminar, amar e proteger tudo o que tocar.

Diz-se que se formularmos um desejo no momento do eclipse(*), a estrela Skat nos concederá o que desejarmos.

(*) Nota Stela – será às 12:51:23 – horário de Brasília

Como almas em ascensão, sabemos que nada externo nos concederá nada, porque esse é outro aspecto da Criação – forças diferentes – tendo a própria experiência evolutiva na Criação. Elas não estão aí para nos abençoar ou rejeitar o que somos – como seres divinos – é nosso direito de nascimento, elas simplesmente são Seres.

Todavia, como todos nós somos Um, se alinharmos nosso puro desejo de alma com esse nosso aspecto macro, que também habita internamente, nós, em cocriação com essas forças, podemos criar os milagres que alguns aguardam das forças externas – e dos seres – e manifestar em nossa experiência de vida, o que será para o bem mais elevado de todos.

Este é um momento muito especial, visto que estamos finalmente entrando em um ciclo de liberdade e integridade, e o modo pelo qual o cosmos nos mostra para onde estamos nos conduzindo, é com esse eclipse pisciano que encerra um antigo ciclo de dominação patriarcal e retorna ao feminino que ficou perdido, baseado no amor, compaixão e um modo de vida mais elevado.

É também um momento muito importante para encerrar nossos contratos de alma, em vez de ficarmos apegados a um determinado resultado em nossos relacionamentos, porque não vimos aqui para ficar repetindo o mesmo cenário todas as vezes, mas para estar nos expandindo constantemente, em novos horizontes, encontrando/reunindo com as almas que estão no mesmo nível de consciência que agora alcançamos.

Enquanto fazemos a jornada por essa passagem do eclipse, seremos abençoados com as revelações que nos mostrarão a verdade acerca de nós mesmos, bem como o que está realmente ocorrendo em nossas experiências.

É essencial nos interiorizar para acolher a verdade que sempre habitou internamente e que o nosso eu inferior tende a ocultar quando conveniente, visto que prefere a linearidade e o conforto do que é familiar, e começa a liberar todas as interações forçadas, sem autenticidade e integridade, que ainda mantemos, simplesmente por causa de nosso apego humano e do medo do desconhecido.

Lembrem-se, meus amados, enquanto estão apegados a um determinado relacionamento – ou desejando algo diferente daquilo que está acontecendo no momento – vocês estão impedindo a vinda em sua vida das almas preciosas que decidiram estar aqui encarnadas, neste momento único na Criação, apenas para compartilhar uma parte desta jornada física com vocês, mas elas não conseguem encontra-los até que vocês permitam que o Universo os conecte com vocês, porque a sua decisão, quer venha do ego, quer da alma, é sempre respeitada neste amoroso Universo.

Esse eclipse solar em Peixes, traz a verdade e a liberdade pessoais – liberação das antigas correntes, que o nosso humano inferior criou, e que nos serviu para despertar, mas que agora não é necessário nesta nova jornada que decidimos conscientemente acessar.

Esse portal cósmico traz clareza interna e em nossas experiências da vida física. Escutem os sussurros de sua alma, porque, mesmo que aquilo que vocês possam ouvir não seja compreendido pelo eu egoico, sempre será o que vocês precisam para o crescimento pessoal.

Uma comunicação superior vem somente, quando, primeiramente escutamos e aceitamos a verdade a nosso respeito e a nossa jornada pessoal. Só então estamos prontos para passar para o próximo nível.

Se vocês falam, leem ou assistem algum material espiritual/ascensão, mas em seguida agem movidos apenas pelos desejos inferiores, então, vocês não estão agindo com integridade e em uníssono com a vontade divina. Como almas em ascensão, não baseamos mais a nossa existência nos desejos egoicos, porque apenas somos movidos pela Inteligência Superior, dentro de nós, que sabe o que vai beneficiar a todos e não apenas a si mesmo.

Não há nada de errado em dizer aquilo que se pensa ser correto, mas depois agir de modo diferente, porque é assim que nos lembramos, por repetir os mesmos padrões até estejamos prontos para liberá-los. Portanto, se vocês dizem: “Todos nós somos Um”, mas continuam julgando, comparando e criando a separação entre si e os demais, então, vocês ainda precisam se lembrar da unidade interna em primeiro lugar.

Existem verdades acerca de nossa jornada que são difíceis de aceitar, mas que devem ser apreciadas quando recebidas, porque é o modo que o Universo tem para trazer-nos de volta ao nosso verdadeiro caminho, fazendo-nos reconhecer os velhos hábitos/pensamentos programados, que continuamos a alimentar e que estão nos impedindo de discernir a nossa jornada.

A verdade não é sempre o que esperamos ou o que nos é conveniente, mas é sempre o que é, e o que se precisa no momento para o nosso crescimento humano.

Esta é uma Nova Era de cocriação consciente. Nesta nova oitava superior de amor, em que estamos navegando. Já não buscamos do lado de fora, o que sabemos que só se encontra internamente.

Neste novo ciclo cósmico, aprendemos dessa Era de Peixes, passada, quem verdadeiramente somos por natureza, pela lembrança da alma, e estamos prontos para ir além das manipulações tridimensionais (inclusive aquelas que criamos inconscientemente para nós mesmos) e acolher uma nova jornada livre de limitações e medo.

Lembrem-se, meus amados, trabalhamos em uníssono – como iguais – não contamos mais com as forças ou seres externos para nos orientar, porque nos tornamos os nossos próprios mestres e curadores.

Isso não quer dizer que não precisaremos de confirmação e ajuda, porque não podemos viver isolados, mas agimos como seres soberanos, responsáveis pela própria experiência, em vez de sermos meras vítimas, governadas por circunstâncias externas. Isso porque agora nos lembramos de nossa Essência Divina e da unidade com o Todo, percebendo que somos feitos dos mesmos amor, luz e sabedoria que anteriormente buscávamos nos outros.

Nesta etapa intensa, acolham a verdade, independentemente do que isso lhes mostre, porque ela os libertará. Tornem-se os seres soberanos que vocês verdadeiramente são, e permaneçam sempre na Presença iluminada da sua Alma.

Tenham um eclipse abençoado e mágico, meus amados!

Com amor e luz infinitamente

Natalia Alba

 

Fonte – http://www.starseedsoul.com/

Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com

A MISSÃO DE CADA SIGNO

signo

O autoconhecimento se faz cada vez mais necessário, o planeta passa por um processo de aceleramento e por conta disso, se faz urgência que busquemos por mais conhecimentos e possamos assim compreender como vivemos, a intenção sempre é de levar conhecimento e esclarecimento sobre nossa missão na terra.

Conheça a sua missão!

“Era manhã quando Deus parou diante de suas 12 crianças e em cada uma delas plantou a semente da vida Humana.
Uma por uma, elas se dirigiram a Ele para receber seu dom e conhecer a sua missão”.

Áries – 21 de Março a 20 de Abril – “A ti, Áries, dou a missão de plantar a Minha primeira semente. Para cada semente que plantares, outras milhares de sementes se multiplicarão. Entretanto, não terás tempo de vê-las crescer, pois tua vida é ação e a ti compete tornar os homens cientes de Minha Criação. Por isso, serás o primeiro a penetrar no solo da mente humana com Minha Ideia. E para que faças um bom trabalho, dou-te a provação do orgulho para dominares e, como bênção, concedo-te o dom da iniciativa.”


Touro – 21 de Abril a 20 de Maio – “A ti, Touro, concedo o poder de transformar a semente em substância. Trabalharás com afinco e paciência para que as sementes não se percam ao vento. Não questionarás ou mudarás de ideia até que termines tudo que já foi iniciado, pois a ti compete o processo de concretização da Minha Ideia. E para que realizes um bom trabalho, dou-te a provação do apego para dominares e, como bênção, concedo-te o dom da força.”


Gêmeos – 21 de Maio a 20 de Junho – “A ti, Gêmeos, atribuo a tarefa de comunicar ao mundo Minha Ideia. Por isso te dou perguntas sem respostas. Em tua busca pelo conhecimento, inquietarás os que estão ao teu redor, para que compreendam o que vêem e o que ouvem. Tu serás um, mas pensarás e falarás por dois. E para que faças um bom trabalho, dou-te a provação da superficialidade para dominares e, como bênção, concedo-te o dom da inteligência


Câncer – 21 de Junho a 21 de Julho – “A ti, Câncer, dou a missão de implantar no coração do homem a emoção. Minha Idéia se fará sentir por meio de risos e lágrimas, para que todo o conhecimento adquirido atinja plenitude interior. Tu multiplicarás os sentimentos com teu instinto de preservação, de modo que os homens se reunam em famílias. Para que realizes um bom trabalho, dou-te a provação da fragilidade para dominares e, como bênção, concedo-te o dom da fertilidade.”


Leão – 22 de Julho a 22 de Agosto – “A ti, Leão, atribuo a tarefa de mostrar ao mundo o esplendor de Minha Criação. Tu iluminarás os corações humanos com Minha Luz, acendendo em cada um o entusiasmo de assumir a própria existência. Mas peço-te que não confundas as coisas e lembra-te que é Minha a Idéia, e não tua. Para que faças um bom trabalho, dou-te a provação da vaidade para dominares e, como bênção, concedo-te o dom da honra.”


Virgem – 23 de Agosto a 22 de Setembro – “A ti, Virgem, dou a missão de examinar em detalhes o que os homens têm feito com Minha Criação. Tu analisarás seus passos e revelarás seus erros para que, por intermédio de ti, Minha Ideia mantenha-se pura e possa ser aperfeiçoada. Para realizares um bom trabalho, dou-te a provação da ceticismo para dominares e, como bênção, concedo-te o dom da discernimento.”


Libra – 23 de Setembro a 22 de Outubro – “A ti, Libra, dou a missão de unir os homens em torno da Minha Idéia. Tu despertarás o desejo da cooperação, por meio da capacidade de se colocar no lugar do outro e então sentir o que o outro sente. Estarás onde houver desavença, para que possas mostrar o valor do acordo e da justiça. E para que faças um bom trabalho, dou-te a provação da indolência para dominares e, como bênção, concedo-te o dom da paz.”


Escorpião – 23 de Outubro a 21 de Novembro – “A ti, Escorpião, peço que não te afastes de mim quando doer em teu coração as maldades que presenciares. Terás a capacidade de penetrar na mente dos homens e, conhecendo-a, perceberás que não sou Eu, mas a perversão da Minha Idéia que está causando tua dor. Chegarás a conhecer o homem em seu instinto animal e lutarás contra o próprio dentro de ti. Para que faças um bom trabalho, dou-te a provação do extremismo para dominares e, como bênção, concedo-te o dom do renascimento.”


Sagitário – 22 de Novembro a 21 de Dezembro – “A ti, Sagitário, atribuo a missão de ensinar o riso e esperança, para que no meio das incompreensões da Minha Criação o homem não se torne amargo. Através da esperança, implantarás no coração humano a fé e através da fé voltarás teus olhos para Mim. Expandirás assim Minha Idéia por todos os cantos e os mais longínquos lugares. E para que realizes um bom trabalho, dou-te a provação da intolerância para dominares e, como bênção, concedo-te o dom da generosidade.”


Capricórnio – 22 de Dezembro a 20 de Janeiro – “A ti, Capricórnio, dou a tarefa de mostrar com o suor de teu rosto o valor do trabalho. Fincarás com disciplina os alicerces de Minha Criação, para que nada destrua suas bases. E tua alegria pelo dever cumprido ensinará que a responsabilidade não é um fardo e sim uma condição natural. E para que faças um bom trabalho, dou-te a provação da culpa para dominares e, como bênção, concedo-te o dom da autoridade.”


Aquário – 21 de Janeiro a 19 de Fevereiro – “A ti, Aquário, dou a missão de abrir os olhos dos homens para novas possibilidades. Por isso terás o conceito do futuro e do amor fraternal. Sentirás a solidão dos que vivem à frente do seu tempo, pois não lhe permito personalizar Meu Amor. Viverás livre para que possas servir à humanidade renovando a Minha Criação. Para que faças um bom trabalho, dou-te a provação da rebeldia para dominares e, como bênção, concedo-te o dom do progresso.”


Peixes – 20 de Fevereiro a 20 de Março – “A ti, Peixes, dou a missão de incorporar todas as tristezas o homem e voltá-las para Mim. Com compaixão, tu mostrarás que as lágrimas são efeito da incompreensão do homem sobre a Minha Ideia. Tua devoção constitui a mais difícil das missões, mas terás a maior das dádivas. Tu serás a única das Minhas doze crianças a me compreender. Para que realizes um bom trabalho, dou-te a provação da ilusão para dominares e, como bênção, concedo-te o dom da fé.”

 

Por: Katarina Broggio – Universalista

Via: https://osegredo.com.br

2016 – Um ano de términos. Fim de um ciclo de 36 anos

ws_under_the_world_1920x1080

Segundo a tradição astrológica, cuja origem se perde no tempo, um determinado astro governa por um período de 36 anos. Isto significa que de 36 em 36 anos vivemos sob a dinâmica de um planeta ou estrela e suas características irão imprimir seu tom por todo aquele período.

Desde 1981 estamos sob o domínio do Sol, o que significa que o espírito de brilho pessoal, egocentrismo, necessidade de marcar a individualidade no mundo têm permeado nossas consciências. Esse período tem seu término em 2016.

2016 é um ano importantíssimo, pois além de encerrar todo um ciclo planetário, pela numerologia, é um ano nove, número que também indica final de ciclo.

Todos os finais de ciclo veem acompanhados de perdas e renúncias. Nos últimos 36 anos, pudemos ver o individualismo (Sol) crescer a proporções exponenciais. Creio que nunca antes ouvimos tanto a palavra EU. Meus direitos, minhasescolhas, meus desejos, minhas necessidades…eu, eu, eu, meu, meu, meu. Tudo parece que girou em volta do indivíduo, com ou sem razão para tal. As selfies publicadas em redes sociais é o exemplo mais pronto e acabado desse símbolo do egocentrismo que nos tem permeado.

O Sol tem a ver com a criança e, por conseguinte, com a “criança interior” de cada um, que não por acaso tem sido explorada e trabalhada em uma gama de teorias do autoconhecimento. Também, nunca a criança foi tão valorizada quanto nos últimos tempos, tudo é feito por e para as crianças até o limite do mimo exagerado e a incapacidade dos pais de colocarem limites aos filhos. Dormem a hora que querem, e podem quase tudo, interferindo de maneira questionável no mundo dos pais e dos adultos ao redor.

Para que possam entender o que tem acontecido ao zeitgheist dos últimos trinta e seis anos é interessante conhecermos os atributos do Sol, na astrologia.

Qualidades solares: vontade, decisão, propósito, intenção, criação. O modo de exprimir a energia criativa, a identidade própria, necessidade de ser reconhecido, de canalizar a sua vontade e a afirmação do Eu. O impulso de criar, de ser, de poder, de comandar, de ser consciente. É o senso de individualidade, de irradiação, é a nossa intenção.

Expressões negativas das qualidades solares: orgulho, ostentação, dominação, abuso de poder, egotismo, elogio exagerado a si mesmo, exaltação pessoal, esnobismo, presunção, ambição exagerada, prepotência, autoritarismo, orgulho.

As expressões negativas acontecem sempre que as qualidades intrínsecas do planeta extrapolam os limites. No caso do Sol, podemos dizer que o resumo da expressão negativa solar é o que os gregos chamavam de hübris, que significa; a arrogância perante os deuses.

O Sol é o centro do nosso sistema planetário. Ele dá a vida, mas também queima e cega. Todo excesso é destrutivo. Por estarmos há trinta e seis anos “treinando” nosso Sol pessoal, estamos no auge da necessidade de sermos o centro das atenções. Viramos mesmo, criancinhas muito mimadas e tudo nos ofende e nos convida a lutar por nossos “direitos individuais”. Em 2017 chega Saturno e começa a colocar os limites e veremos um movimento radicalmente oposto às características solares; a dissolução do ego. Entraremos em um período de menos ego e mais responsabilidade. Rigor, severidade, responsabilidade, justeza, dentre outros atributos são de domínio do planeta Saturno, a obrigação de ser feliz, de ser o cara, de se destacar por qualquer coisa estará em baixa para dar lugar a mais seriedade, mais competência, e menos egolatria. Para ganhar fama e destaque muito terá que se trabalhar.

Esse tempo em que vale qualquer coisa desde que se “apareça na fita” dará lugar a mais responsabilidade e rigor nos feitos, mais seriedade e amadurecimento nos atos.

O Deus de amor e bondade, que está sempre pronto para atender o desejo dos seus filhos, dará lugar a um Deus mais exigente, que pedirá de seus filhos não mais orações arrebatadas, mas filhos mais maduros e responsáveis por seu amadurecimento espiritual. Mais trabalho e menos oba oba. O Deus que dá será substituído pelo Deus que cobra. As religiões evangélicas (as que mais vendem esse Deus que serve aos que nele creem) cairão em declínio ou, mudarão o discurso.

2016, como foi dito é um ano chave, no sentido literal da palavra: fecha e abre portas. Tanto por sua característica astrológica quanto numerológica. Será um ano em que as características solares, elencadas acima serão vividas à exaustão – é, além do mais, um ano governado pelo Sol – e, portanto, as características negativas do símbolo estarão mais exacerbadas para então sermos “castigados pelos deuses por nossa hübrys” e então nos recolhermos à nossa insignificância e pararmos com essa banalidade vaidosa e vulgar do culto à persona.

Em 2016 seremos desafiados a nos desapegarmos de tudo aquilo que na verdade não tem consistência para então vivermos o próximo período, sob Saturno. Será um ano muito duro, de muito teste aos governantes vaidosos e centralizadores. Lhes será exigido mais respeito, seriedade, responsabilidade e talvez uma volta ao conservadorismo possa acontecer. Saturno é o velho, a tradição, o passado.

A farra do vale tudo, desde que se tenha 15 minutos de fama, a partir de 2016 vai aos poucos se acabando. A tal arte contemporânea que teve sua máxima representação no círculo de “humanos” metendo o dedo no fiofó do parceiro da frente dará lugar a uma arte mais fina, mais rigorosa, mais séria e competente.

Até para mim, que escrevo esses prognósticos, me custa acreditar que esse comportamento está nos seus estertores. Me custa crer que essa egoidolatria possa se modificar, mas aguardemos… somos muito pequenos para racionalizar os desígnios dos tempos.

Claro que o ciclo solar não teve apenas as características negativas do planeta. Nos desenvolvemos como indivíduos, conquistamos muitas coisas no aspecto pessoal, aprendemos a nos valorizar mais como pessoas, independentemente da cor da pele, da raça, do sexo e do lugar pessoal na escala social. Aprendemos a cuidar mais e melhor de nós mesmos e a nos respeitar mais como indivíduos, a não engolir sapo por lebre, a nos posicionarmos mais pelo que somos e somos capazes de ser e de criar.

Porém estamos prestes a entrar na fase de menos ego e mais rigor.

Para entendermos o ciclo que iniciaremos a partir de 2017, é preciso conhecer as características de Saturno:

Qualidades saturninas: perseverança, paciência, firmeza, constância, resignação, segurança, solidão. O valor mais alto, a função social, o dever. Responsabilidade, reserva, experiência, seriedade, limitação, restrição, parcimônia, abnegação, o esforço contínuo, a construção, o envelhecimento, o esforço disciplinado, a aceitação dos deveres e das responsabilidades, a cristalização, a sabedoria e o respeito.

Expressões Negativas das qualidades saturninas: limitação, severidade, frieza, depressão, dogmatismo. Sombrio, temeroso, avaro, pessimista, cético, melancólico, exigente, indiferente, impotente, reservado, covarde, lento, pesado, restritivo.

O novo ciclo que se inicia a partir de 2017 sem dúvida nenhuma trará mais contenção, mais limitações, menos abundância, menos superficialidade e mais profundidade. Menos exuberância e mais limitações. Porém, para quem viveu à exaustão o ciclo do faço o que quero doa a quem doer, creio que teremos anos de não posso tudo o que quero, pois, minha liberdade termina onde começa a do outro. Isso é Saturno: o limite.

Que ele venha e que seja bem-vindo.

 

Por: Rose Villanova

Via: astrologiaearte.blogspot.com.br

 

 

EQUINÓCIO DE OUTONO – O NOVO ANO ASTROLÓGICO

Imagem

Todo ano, quando o Sol ingressa no Signo de Áries, começa um novo ano astrológico. Na natureza, acontece um equinócio e uma nova estação tem início. Quando o equinócio de março acontece, aparentemente o Sol cruza a linha do equador para o norte e, por isso, no hemisfério norte começa a primavera. Para nós, no hemisfério sul, começa o outono.

A partir desta data, o Sol inicia uma nova volta no zodíaco e temos o início do ano novo astrológico. Este novo ano astral começa com Sol conjunto à Marte e Urano que também estão em Áries. Isso sugere um ano de ação e novidade. Pede mais iniciativa e novas atitudes. Mudanças precisam acontecer.

Mercúrio, Vênus e Netuno estão em Peixes no momento do começo desse novo ciclo, pedindo que sonho, imaginação, intuição e sentimento estejam presentes, guiando nossos passos e norteando nossas escolhas.

Por falar em norte, o nodo que indica o caminho a ser seguido está em Escorpião, preparando um encontro com Saturno, que está no signo das profundezas trazendo nossas sombras para a Luz da aceitação.

A Lua em Câncer no início do ano astrológico reforça a necessidade de mantermos o sentimento sempre presente, respeitando o próximo, cuidando com mais carinho de tudo e de todos que nos são importantes. Isso também inclui nosso planeta.

Ainda este ano, Júpiter ingressa em Câncer (no segundo semestre) formando um triângulo de água: Júpiter em Câncer, Saturno em Escorpião e Netuno em Peixes. As águas do mundo pedem atenção.

Mas voltando ao início do ano, podemos sentir intensificar algo que já está acontecendo. Estamos notando que está tudo caminhando para seus extremos, para os pólos. O que está funcionando está ganhando estrutura e resultados. Estamos assistindo grande quantidade de pessoas se encontrando, seguindo seu verdadeiro caminho. Por outro lado, estamos vendo muita coisa desabar. As falsas verdades e as estruturas sem base estão desmoronando, porque neste momento apenas fica o que é de verdade.

O ano novo astrológico começa oferecendo uma dose extra de energia e coragem para transformarmos aquilo que for necessário. Mas é preciso lutar, fazer um esforço, porque nada cai assim do céu. Mas, com certeza, se agirmos certo teremos bons resultados.

Vale lembrar que Saturno é o regente do ano e que ele está em Escorpião e, no mapa de ingresso, retrógrado, nos levando para o mais profundo de nós mesmos e de nossas vidas. Estamos vivendo uma espécie de “auditoria”, individual e coletivamente. Estamos sendo obrigados a encarar nossos maiores medos e enxergar todas as nossas sombras. Como se ele apontasse sua lanterna para aqueles nossos cantos mais escuros, que precisam de limpeza e transformação.

Mas também estamos resgatando nossos tesouros e conseguindo enxergar nossos recursos para superar o que for preciso e conquistar o que mais desejamos. Porque Saturno dá trabalho, mas recompensa. Saturno oferece resultados na medida de nossos esforços, porque apesar de desafiador, é muito justo.

Saturno também nos ensina que existe um tempo para cada coisa e que temos que respeitar não apenas esse tempo, mas todos os limites que nos são impostos, sejam nossos, dos outros, da vida.

Este também é um ano que permitirá a transformação de sonhos em realidade. Mas para isso é preciso estar sintonizado com a alma, com a essência. É preciso limpar nossos porões, jogar fora nossos lixos. Ou melhor, reciclá-los, transformá-los. E, porque não, é preciso transformarmos a nós mesmos, porque se queremos um mundo melhor, temos que melhorar o que somos, temos que nos transformar em quem somos de verdade, sem máscaras.

Esse é o ano da justiça, da verdade, da coragem e da superação. É verdade que pode também ser um ano de perdas, de transformações e desafios. Mas certamente é um ano de grandes acontecimentos, com possibilidades infinitas de conquistas para quem tiver a coragem de viver a vida por inteiro, com verdade e profundidade.

Feliz ano novo!!

Por: Titi Vidal