COENTRO – UM FORTE ALIADO NO COMBATE A INTOXICAÇÃO POR METAIS PESADOS

Imagem

Infelizmente estamos continuamente expostos a fontes de poluição ambiental, sonoro e alimentar. Focando a questão alimentar, temos de nos preocupar com a qualidade e tipo dos alimentos, dando preferência aos orgânicos, especialmente nos alimentos ricos em água e que, portanto, carregam grande porcentagem de agrotóxicos, como os tomates, melancias e frutas.

Porém, existe um grande risco que é muito pouco divulgado e estudado: a contaminação por metais pesados. Os principais vilões desta história são o chumbo, o mercúrio, o cobre e o alumínio. Peixes e frutos do mar apresentam níveis de contaminação com mercúrio muito elevados, tanto os de criadouro quanto os das áreas costeiras. O mais saudável seria o consumo de peixes de alto mar e águas profundas como o atum, mas seu custo é elevado.

Cozinhar em panelas de alumínio ou comer alimentos guardados em embalagens com este metal também aumenta o risco de contaminação por este metal. Ainda é discutível se o uso de desodorantes e anti-persispirantes que contém cloreto de alumínio pode ser um fator de risco.

O chumbo, presente em embalagens antigas de creme dental, e o cobre em águas contaminadas, dios (dispositivos intra-uterinos) e em alguns tipo de pesticidas, podem apresentar sérios riscos à saúde. Um novo ramo da medicina, que estuda os potenciais eletroestáticos desses metais na nossa circulação sanguínea, está em pleno curso e tem no Dr. Paulo Farber, Diretor da Zeta International Research Group, um grande divulgador. Os estudos iniciais mostram que a contaminação por esses metais influi negativamente na pressão arterial, nos fenômenos de aterosclerose (placas de gordura nas artérias) e agregação plaquetária.

Além dos tratamentos estabelecidos pela Medicina Ortomolecular, contamos com o coentro (Coriandrum sativum) muito utilizado na culinária como tempero como um desintoxicante muito importante. A tintura e o extrato do coentro, além de possuírem atividade anti-oxidante, também atuam na quelação de metais pesados do corpo, com a vantagem de apresentar disponibilidade e custos muito interessantes.

E lembre-se: caso esteja realizando um tratamento de desintoxicação, especialmente com o coentro, tome bastante água (e de boa procedência), pois grande parte da excreção desses metais se dá via urinária.

Por: Dr. Rodrigo Torres Scabello

Fonte: O.U.S.E.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s