A VIDA É CURTA

 

a-vida

Um simples adesivo, fixado num vidro de carro, revela uma filosofia de vida muito perigosa.

Diz assim: A vida é curta. 
Quebre algumas regras.

Precisamos analisar esta cultura do Aproveite a vida, pois ela é curta, com bastante cuidado.

Percebemos que esse tipo de entendimento circula pelo mundo fazendo muitos adeptos que, por vezes, caem em armadilhas terríveis, sem perceber.

Parece haver em muitas pessoas uma aversão a regras, a leis, mesmo quando essas servem apenas para regular a vida em sociedade.
Por isso, tão necessárias.

É a repulsa à responsabilidade que ainda encontra forças em tantas mentes que teimam em não crescer.

Quebrar regras simplesmente por diversão ou por achar que a vida está muito certinha – como se fala – é atitude infantil, imatura e perigosa.

Basta, por exemplo, uma única vez, extrapolar na velocidade na condução de um automóvel para se comprometer uma vida toda.

Uma brincadeira, um simples pega, pelas vias de uma cidade, para se colocar em risco um grande número de vidas, inclusive a própria.

Assim, não é um tipo de regra que pode ser quebrada de quando em vez.

Por que quebrar regras para se aproveitar a vida?
Quem disse que para se curtir cada momento da existência com alegria, precisamos infringir leis?

Aproveitar a vida não significa fazer o que se quer, quando e onde se queira.
Esta é a visão materialista, pobre e imediatista do existir.

Aproveitar a vida consiste em fazer o que se deve fazer, determinado pela consciência do ser espiritual, que sabe que está no mundo por uma razão muito especial.

O ser maduro, consciente, encontra no caminho do bem, da família, do amor, sua curtição, sem precisar sair por aí quebrando regras e infringindo leis.

* * *

A vida é curta ou longa.
A escolha está em quem vive.

Ela é curta para os que desperdiçam tempo na ociosidade.
Longa para os que se dedicam a uma causa nobre.

A vida é curta para os que acompanham os filhos crescerem de longe.
Longa para os que aproveitam cada instante, cada beijo de bom dia, cada beijo de boa noite.

A vida é curta para os que acham que os vícios não fazem mal.
Longa para os que desenvolvem hábitos sadios para seus dias.

A vida é curta para os que acham que a vida é uma só.
Longa para os que já descobriram que o Espírito é imortal, já existia antes desta vida e continuará existindo depois.

A vida é curta para quem não perdoa.
A mágoa mata mais cedo.
É longa para os que buscam a reconciliação, evitando a vingança destruidora.

A vida é curta para quem não sorri.
A depressão mata mais cedo.
É longa para quem cultiva o bom humor perante as situações difíceis da existência.

A vida é curta para os vilões.
Longa para os heróis.

A vida pode ser curta ou longa.
Cabe a você escolher.

 

Por: Ramanat Águia Dourada – Xamã Terapeuta da Alma

https://www.facebook.com/mauricio.r.miranda.9

Anúncios

OS 10 DECRETOS DE ARCANJO MIGUEL

são miguel.gif

Hoje compartilho os já conhecidos e divulgados 10 Decretos de Arcanjo Miguel, que são poderosas afirmações de libertação. O ideal é que sejam feitas por 21 dias seguidos, para que produzam um efeito profundo e completo. A preferência de horário é ao nascer ou ao por do Sol.

Esta prática promove uma reprogramação do subconsciente pra que possamos viver em PLENA LIBERDADE, de acordo com as novas e elevadas vibrações que já estão presentes na Terra.

DECRETOS

1. Renuncio a quaisquer expectativas relativas à minha evolução e progresso espiritual. Vivo no momento em cada dia, concentrando-me no objetivo de restabelecer a harmonia e o equilíbrio do meu corpo, do meu espírito, das minhas emoções e do todo com o meu Eu Superior.

2. Anulo todos os acordos feitos com a minha mãe, pai, filhos, enteados, marido (ou mulher), ex-mulher (ou ex-marido) ou quaisquer outras pessoas que me possam reter na terceira dimensão.

3. Renuncio a todos os conceitos inválidos sobre o meu valor, a minha percepção do amor, da alegria, da paz, da segurança, da harmonia, da abundância, da criatividade, da vitalidade, da juventude, da saúde e do bem-estar, da velhice e da morte.

4. Renuncio à necessidade de querer salvar o mundo ou qualquer ser humano que nele se encontra. Tenho consciência de que a minha missão é aceitar a minha mestria e viver sendo um exemplo de vida e de amor sem esperar nada em troca de ninguém.

5. Liberto-me de todos os preconceitos e memórias celulares quanto ao meu corpo físico. Reivindico o meu direito divino à beleza, vitalidade, saúde e bem-estar, consciente de que são o meu estado natural e que basta seguir os impulsos do espírito para que essa perfeição se manifeste.

6. Renuncio a quaisquer expectativas quanto à minha criatividade e ao meu trabalho. Trabalho e crio por prazer, ciente que a abundância e os recursos provêm do Espírito e da minha autoconfiança e não apenas do meu esforço.

7. Renuncio a quaisquer condições da terceira dimensão que as instituições governamentais ou afins me queiram impor. Não poderão controlar a minha pessoa, nem a minha abundância ou segurança. Tenho plenos poderes para manifestar a segurança, ser independente e comandar o meu próprio destino.

8. Liberto-me de todos os resíduos e dívidas cármicas, bem como das energias impróprias existentes em mim e no meu corpo físico, emocional e astral. Resolvo todos os condicionamentos com agrado e desembaraço para expandir a luz e me unir aos co-criadores do Paraíso na Terra.

9. Liberto-me de todos as concepções falsas sobre a minha capacidade de alcançar o conhecimento, a sabedoria e as informações pertinentes provenientes do Espírito e das dimensões superiores. Obtenho assim novos conhecimentos, conceitos e sabedoria que me permitem aprender, crescer e servir de exemplo vivo.

10. Renuncio a qualquer juízo, ideia pré-concebida ou expectativa relativamente a outros seres, sabendo que estes se encontram no seu perfeito lugar e evolução. Transmito-lhes Amor e encorajamento e limito-me a oferecer-lhes informações quando as pedirem, tendo o cuidado de lembrar-lhes que a minha verdade pode não ser a deles.

Assim é!
Sejamos felizes!!!

 

Via: http://www.marcelodalla.com

O CREDO DAS BRUXAS

SACERDOTISA

Ouça agora a palavra das Bruxas,
os segredos que na noite escondemos,
Quando a obscuridade era caminho e destino,
e que agora à luz nós trazemos.

Conhecendo a essência profunda,
dos mistérios da Água e do Fogo,
E da Terra e do Ar que circunda,
manteve silêncio o nosso povo.

No eterno renascimento da Natureza,
à passagem do Inverno e da Primavera,
Compartilhamos com o Universo da vida,
que num Círculo Mágico se alegra.

Quatro vezes por ano somos vistas,
no retorno dos grandes Sabás,
No antigo Halloween e em Beltane,
ou dançando em Imbolc e Lammas.

Dia e noite em tempo iguais vão estar,
ou o Sol bem mais perto ou longe de nós,
Quando, mais uma vez, Bruxas a festejar,
Ostara, Mabon, Litha ou Yule saudar.

Treze Luas de prata cada ano tem,
e treze são os Covens também,
Treze vezes dançar nos Esbás com alegria,
para saudar a cada precioso ano e dia.

De um século a outro persiste o poder,
Que através das eras tem sido levado,
Transmitido sempre entre homem e mulher,
desde o princípio de todo o passado.

Quando o círculo mágico for desenhado,
do poder conferido a algum instrumento,
Seu compasso será a união entre os mundos,
na Terra das sombras daquele momento.

O mundo comum não deve saber,
e o mundo do além também não dirá,
Que o maior dos Deuses se faz conhecer,
e a grande Magia ali se realizará.

Na Natureza, são dois os poderes,
com formas e forças sagradas,
Nesse templo, são dois os pilares,
que protegem e guardam a entrada.

E fazer o que queres, será o desafio,
como amar a um Amor que a ninguém vá magoar.
Essa única regra seguimos a fio,
para a Magia dos antigos se manifestar.

Oito palavras o Credo das Bruxas enseja:
sem prejudicar a ninguém, faça o que você deseja!

Doreen Valiente, “Witchcraft For Tomorrow” pp.172-173

Versão Traduzida para o Português

SATURNO JUNTO COM A LUA: SEVERIDADE

saturno

SATURNO JUNTO COM A LUA: SEVERIDADE

Hoje de manhã a Lua entrou na mansão de Sagitário, e vai se aproximando de Saturno, que ali transita há aproximadamente dois anos.
A Astrologia Védica assim como outras vertentes considera que quando dois astros se encontram  em um signo, isso e considerado conjunção, ou , juntos, independente da orbe.
De fato, quando alguém entra na sua casa não importa que esteja na cozinha ou no banheiro, ele está em sua casa.

O período é ótimo para corrigir alguns rumos.

O que podemos olhar:
1.- Racionalize! Saturno é o Senhor da razão e a Lua é a criança emocional. O que você plantar sob os auspícios de Saturno ninguém vai lhe tirar.
Ser romântico emocional tem um preço que não podemos pagar.

2.- Saturno é o Senhor do Tempo e aqui vale o segredo da Pirâmide: ” Decifra-me ou te devoro!”. O segredo é instalar a consciência no momento presente e não arredar o pé daqui. Seja qual for o apelo externo ( eles sempre vem), descarte! Ninguém precisa se enganchar em cada carro que passa e ir pendurado nele, ou seja: não se enganche em sentimentos, pensamentos ou pessoas, seja qual for o apelo. Se precisar tomar uma decisão, decida e não pense mais no assunto.
Faça o que tiver que fazer na hora que tem que fazer e descarte, não leve a energia consigo.

3.- Qualquer contrato ou compromisso firmado agora pode durar muito mas terá os auspícios de Saturno, ou seja: requer disciplina.
Se quer firmar um contrato hoje ou amanhã e quer que dure muito, leve junto uma cruz de ferro, mas lembre-se: livre arbítrio requer responsabilidade, esteja pronto para encarar o que quer que venha junto, bom ou ruim. O que for batizado sob os auspícios de Saturno tem a tendência a durar pelo menos 28 a 30 anos, tem certeza que um dia isso não será um peso?

4.- Tenha responsabilidade em suas criações, é muito fácil entrar em uma criação. Sair dela é outra história!
Essa nova Era que todos estão vendo é regida por Saturno!

5.- Descarte sentimentalismo e fique atento para não perder a consciência, a Lua tem por hábito perder o temperamento, usar disfarçadas chantagens emocionais, entrar no modo inconsciente e surtar, irar ou ficar histérica, culpabilizar, entre outras coisas.

A Lua é a criança interior. Antigamente até os Mestres falavam que a criança interior nunca morre. De fato, ela nunca morre, ela cresce! E foi decretado que a criança que não crescer perecerá. No Séc. XX isso foi tolerado e até romantizado. Hoje, nessa era de racionalização isso não é mais permitido. Estamos na época em que o humano cresce – já era para ter crescido- e se torna um deus. E deuses não são carentes ou dependentes.
Promova imediatamente sua auto independência em qualquer área da sua vida. Você é adulto é auto responsável,fique atento para o fato de que quando a vida trouxer consequências, aquela pessoa não estará lá para ajudar. Ela não pode!

Síntese: maturidade, não emocionalidade, não ao romantismo infantil, pensamento lúcido e coerente, se instalar no Agora!
Tudo isso vai gerar frutos concretos ( Saturno).

Não há nenhuma necessidade de batalhar lá fora na vida.
Basta fazer nosso trabalho interno e a vida traz!
Um bom dia para todos.

Indumani Deva – www.facebook.com/maga.pierri

Entenda a Expansão Do Campo Eletromagnético do Planeta e Seus Efeitos Sobre a Humanidade

expansão planetária

Quanto mais Luz entra na Terra, mais facilmente vocês conseguirão rasgar os véus que os têm impedido de alcançar um estado cada vez mais pleno e de unidade.

A Luz, à medida que chega, traz com ela as ferramentas e ampliadores necessários para que vocês avancem entrando nessas camadas que separam você do VOCÊ (EU).

Uma grande expansão no campo eletromagnético está ocorrendo no planeta, não apenas como um todo, mas em suas individualidades. Esse campo é um Campo de Percepção Avançada capaz de discernir, facilmente, as energias. É como se fosse um analista altamente desenvolvido, um supercomputador capaz de fazer cálculos energéticos precisos e análises básicas e complexas de certas energias e o que elas podem ou não afetar, assim como dar uma direção precisa acerca de alguma situação ou coisa. Chamaremos esse campo de “Campo Eletromagnético de Percepção Avançada”. Não é um dispositivo, não é um programa de computador; são vocês mesmos. Essa expansão está ocorrendo em vocês, bem agora.

Vocês estão entrando em uma fase onde seus campos magnéticos estão ficando mais expandidos e reverberantes. Estes estão mais precisos, captando e trazendo informações de tudo em volta e entregando-lhes de forma que vocês possam saber, exatamente, o que está acontecendo, mas tudo isso em nível de energia. Não esperem informações lineares em suas mentes, porque isso não é linear. Esperem percepções altamente avançadas. É isso que a expansão desse campo eletromagnético está possibilitando. Em outras palavras, vocês estão tornando-se leitores de energias apurados e altamente capacitados agora. É realmente muito interessante estar nesta fase, e vendo o quanto vocês têm avançado.

Imaginem agora, vocês, com suas capacidades de leitura energética altamente desenvolvidas, e capazes de fazer cálculos e discernir, rapidamente, acerca de algo. Vocês não ficarão mais “nas mãos” de certas forças “drenantes” e, rapidamente, terão controle sobre qualquer situação – aqui, situação drenante – e não mais serão manipulados por correntes negativadas, que costumavam drená-los completamente. Agora, querida Família, imaginem vocês indo aos lugares em que antes se sentiam mal… Muitas vezes, vocês foram a lugares e saíram de lá realmente drenados, exaustos e se perguntando o que poderia ter acontecido se, aparentemente, o lugar era agradável. Afinal, vocês estavam com amigos queridos, num clima descontraído e começaram a sentir-se exaustos, como se suas forças estivessem sendo drenadas.

Bem, agora vocês terão controle dessas situações, porque seus campos de percepção e manipulação energética estão com uma capacidade muito mais elevada do que antes. Agora, facilmente, vocês não mais ficarão na dúvida, como antes: “Bem, estou me sentindo mal. Sinto uma energia negativa, mas não sei por que e de onde vem.” Ou mesmo, simplesmente, “me sinto mal, mas o que está havendo?” Agora vocês saberão de onde está vindo o “mal-estar” e terão total controle sobre ele, de forma a manipular essas correntes em seu coração expandido de Amor Magnético.

Com esse seu campo eletromagnético de leitura energética expandido, vocês perceberão, facilmente, a aproximação e intenções de almas que aqui chamaremos de “almas drenantes”. Antes de qualquer coisa, antes de dar margem a qualquer tipo de julgamento, estejam cientes que todas as almas estão em um nível de consciência e nas suas lições necessárias para suas expansões. Compreendê-las e honrá-las é também uma forma de ampliar o seu campo de percepção e capacidades espirituais altamente desenvolvidas, pois quanto mais Amor e compaixão emanam, mais suas capacidades são destravadas.

Essas “almas drenantes” carregam em si uma espécie de vórtex que gira em direção anti-horário. Já uma alma, que é responsável por seu próprio suprimento energético, carrega o vórtex girando no sentido horário. Assim sendo, essas “almas drenantes” que se aproximam de você na intenção, consciente ou inconsciente, de drenar sua energia, não terão mais tanto sucesso. Vocês, com os seus campos ampliados, perceberão e impedirão isso, com o seu vórtex positivado girando no sentido horário, de forma muito mais rápida. Isso irá arrastá-las (as energias drenantes) para dentro, de forma que todas as correntes negativadas que faziam seus vórtex girar no sentido anti-horário, comecem o trabalho de entrar em sintonia e girar no sentido horário.

Aqui, deixamos alguns dos comportamentos das “almas drenantes”:

1 – Aquelas que se aproximam de vocês, sempre reclamando de tudo. Nada está bom, tudo está ruim e nunca aceitam que alguém lhes diga o contrário. Sempre voltam a falar de forma negativa. Se vocês entram em concordância com elas, estarão sendo drenados.

2 – Aquelas que os chamam para falar mal de alguém, julgar, condenar,… elas esperam a sua atenção, pois é a sua atenção que lhes dá a energia que precisam, naquele momento. Se lhes dão atenção, vocês são drenados.

3 – Não aceitam que o outro esteja bem e feliz. Sempre com uma intenção negativada, procuram diminuir e desestimular, tentando criar dificuldades e mover a energia do medo para impedir que aquela expansão de felicidade e bem-estar continue. Quem de vocês nunca ouviu “Você está rindo demais!… Amanhã vai chorar muito!…” ?

Todas essas coisas não mais passarão despercebidas em seu alto campo. Vocês passarão a ter total controle sobre isso. Lugares e pessoas que antes você frequentava e se queixava de mal-estar: “Não gosto desse lugar, me faz mal” ou “Não gosto de estar perto dessa pessoa, ela me drena, me faz mal”, – coisas dessa natureza, deixarão de incomodá-lo, simplesmente, porque você está passando a ter total controle dessas energias. Não importando onde você esteja e com quem esteja, você estará bem, inabalavelmente bem.

Isso não quer dizer que, no caso de almas que tenham em suas missões a tarefa de ajudar outras almas não possam ser empatas e sentirem o seu sofrimento, de forma a se sensibilizarem a ajudar, mas isso não implicará em que você sofra com elas. Uma coisa é você sentir o que elas sentem trazendo esse sentimento para o seu coração, transmutando-o. Outra coisa é deixar-se envolver nele e cair no abismo avassalador da causa presente. Você é um leitor e manipulador de energias. Você não é, e nunca precisou ser manipulável. Você é um curador magnético.

Amada Família, é sempre muito bom poder falar com vocês e dizer o quanto somos gratos e estamos orgulhosos de tudo o que conquistaram ao longo deste caminho. Tudo isso tem se mostrado a vocês, graças ao seus empenhos de Faróis de Luz, nestes tempos de transformações. Almas e mais almas precisam do seu auxílio para que consigam suas expansões, e aqui não queremos sobrecarregá-los com a obrigação de que vocês têm que salvá-las! Nós nunca dissemos isso, nem nunca diríamos, pois nem nós desejamos que vocês nos vejam como seus salvadores, mas apenas como seus irmãos, que já passaram por estes mesmos processos, os quais elas passam agora. Assim, desejamos que vejam também essas almas, que ainda estão imersas nos seus próprios conflitos e angústias, ajudando-as através do seu próprio estado calmo e amoroso. É através disso que elas verão o mar de plenitude existente, simplesmente, ao olharem no fundo dos seus olhos. Ajam assim com essas “almas drenantes” e, mais uma vez, usamos esse termo para facilitar o entendimento, e não desejamos, de forma alguma, sermos pejorativos. Olhem-nas amorosamente nos olhos e mostrem a elas o que elas são. Elas são o que vocês são. Toda Alma é grande e carrega consigo a Centelha Divina Incondicional e, não importando a experiência na qual esteja imersa, retornará um dia à Plenitude. E vocês, os que escolheram passar por isso primeiro, são aqueles que precisam se manter amorosos, mesmo quando uma delas os agredir, desesperadamente. Saibam, elas só procuram Amor. E que seu magnetismo possa ajudá-las, nestes tempos!

É o que gostaríamos de entregar hoje, e apreciamos que tenham tirado um momento para nos ler (ou ouvir). Lembrem-se de nós, que estamos bem aí, ao seu lado. Muitas vezes, vocês nos procuram em seus céus, quando nós sorrimos e batemos com a mão em seu ombro, dizendo: “Ei, olhe ao lado, estamos aqui!”. Oh!… Quantas vezes fizemos isso!… Deixem-nos abraçá-los,  neste momento. Fechem os olhos e permitam o nosso abraço!…

Nós estamos aqui, bem aqui, com vocês!

Nós somos a sua Família. Nós somos os Pleiadianos.

 

Revisão de Texto: Marilene P. Costa e Solange Yabushita 

Via: www.sementesdasestrelas.com.br

3 coisas que você não pode esconder de um empata

1087

 

Empatas vêm ao mundo já especialistas em nuance e naquilo que não é revelado.

Um verdadeiro empata pode discernir a maneira como os outros realmente são, mas isso não significa que seja divertido para eles. Muitas vezes, é o oposto.

Não é fácil para eles verem um amigo, parente ou colega sendo desonesto através de um “palpite”. Porque, para eles, nunca é apenas um palpite. Eles não apenas ouvem a verdade ou desonestidade, eles sentem isso.

Devido a isso, eles quase sempre escolhem participar de um círculo fechado de pessoas de integridade semelhante e de pessoas que compartilham de uma forma edificante, solidária e pacífica de ser. Isso faz com que permaneçam conectados aos níveis mais elevados da vibração permitindo-lhes manter um nível de clareza.

Tenha em mente: os empatas estão longe de serem perfeitos. Eles vieram aqui para viver com alegria, felicidade, tristeza, amor e luta, assim como todos os outros.

Eles são, muitas vezes, mal compreendidos e não sentem que se encaixam ao mundo como a maioria. E les prosperam quando, finalmente, percebem que vieram aqui para ajudar a introduzir sensibilidade, usando os seus próprios sentimentos, para ajudar a curar um mundo que valoriza o contrário. Então, é importante para seu propósito, que eles aprendam com suas experiências de vida.

Se você tem uma amizade com um empata, é provável que eles sejam um dos seus amigos mais confiáveis ​​e que possuam características como lealdade, gentileza e honestidade.

Mas não pense que sua sensibilidade é uma fraqueza; é a força deles. E quanto mais eles confiam em si mesmos, mais fortes são, bem como se afastam da toxicidade com facilidade e migram para relacionamentos baseados no respeito e na facilidade.

 

Aqui estão 3 coisas que você nunca pode esconder de um empata:

1. Seus verdadeiros motivos

Os empatas são claramente intuitivos e a maioria deles,  também muito inteligentes, então, seu verdadeiro clima interno (seja de turbulência ou paz) é tão claro para eles quanto o céu é azul, independentemente do que eles estão vendo.


2. Falta de sinceridade

Seu radar está sempre funcionando para que eles se tornem hábeis em escolher entre a paz e suas batalhas. Eles não só sabem quando eles estão sendo usados como um ouvido para o seu sábio conselho, como eles são conhecidos por dizerem apenas a coisa certa, ou por razões oportunistas, eles sabem o porquê. Os verdadeiros empatas têm uma empatia inata para com os outros e não lutam contra um fogo inautêntico, com fogo autêntico. Eles vão para longe de pessoas insalubres e situações de baixa vibração, silenciosamente.


3. Segundas intenções

Não importa o que o presente seja: bajulação, companheirismo, uma grande oportunidade, dinheiro ou uma carona para casa do aeroporto. Se existem segundas intenções, eles vão saber.

Um empata sempre vai preferir e respeitar a verdade brutal sobre a mentira dolorosa e a pessoa que assim também a preferir.

_________

Fonte: Mystical Raven

As três classes de Deusas na mulher

deusatriplice
Arquétipo é um modelo ou exemplo de ideias ou conhecimentos do qual se derivam outros tantos para modelar os pensamentos e atitudes próprios de cada indivíduo, de cada conjunto, de cada sociedade, inclusive de cada sistema.
O conceito de arquétipo foi introduzido pelo psicólogo Carl Gustav Jung como um termo dentro do campo do psíquico. A existência do arquétipo só pode ser inferida, já que é, por definição, inconsciente. Porém, as imagens arquetípicas penetram na consciência e constituem-se em nosso mode de perceber o arquétipo. Eles então aparecem na forma de imagens.
Os arquétipos se manifestam através de nossas projeções, o que nos permite inferir sua presença. As estruturas arquetípicas aparecem no homem por meio de formas determinadas: nas mitologias, nas lendas, nos sonhos, em certos desejos coletivos…
Os homens dividem uma série de experiências que ficaram, por sua natureza coletiva, incorporadas como padrões de compreensão da realidade.
São as imagens primordiais, os símbolos universais com os quais fazemos uma conexão com dimensões superiores das quais não somos conscientes. São os padrões de energia que expressamos tão espontaneamente como os instintos. São as máscaras que usamos para representar um papel. São a fachada que exibimos publicamente para dar uma imagem favorável e ser aceitos socialmente.
Podemos usar diferentes máscaras em diferentes circunstâncias: uma com a família, outra no trabalho, outra com os amigos etc.
As máscaras ainda podem ser proveitosas ou nocivas, permitem obter benefícios, igualmente podemos nos fusionar demasiado com uma delas, deixando de lado as demais e não permitindo que se manifestem equitativamente todos os aspectos místicos de nosso interior.
Veremos uma parte do universo feminino visto pelos diferentes rostos com os que a Deusa Mãe se expressa no mundo físico através da mulher.
No inconsciente coletivo estão registradas as experiências que marcam de forma profunda a vida de uma mulher, como o ciclo menstrual, o início da sexualidade, a gravidez, o parto e a menopausa.
Essas experiências produzem um impacto diferente em cada ser feminino, as quais são divididas em todas as épocas, mantendo o fio da trama que nos une de forma inegável com a Deusa que vive em todas nós.
Deusa que se expressa em uma multiplicidade de formas, que cresce e se enriquece com o passar dos séculos, chegando até os dias de hoje intacta, como foi idealizada pelas primeiras mulheres que deixaram suas marcas nesta Terra, antes do Começo dos Tempos.
A Mitologia da Deusa é um dos arquétipos femininos e explica as diferentes experiências vividas durante nossa vida.
Tradicionalmente, considera-se que a mulher deve atravessar três etapas diferentes: a mulher jovem, a mulher em sua plenitude ou mulher madura, e a mulher sábia e anciã. Essas experiências psicológicas e físicas únicas caracterizam cada etapa, formando assim os arquétipos pertencentes à mitologia da Deusa.
Cada um dos mitos da Deusa é um arquétipo que se expressa na vida de toda mulher, produzindo um impacto direto sobre seu psiquismo.
Por isso, compreender a mitologia das diferentes Deusas é compreender o reflexo que o arquétipo produz em nós: visto à luz do mito, um pequeno detalhe de nosso comportamento pode ter uma importância maior e revelar-nos as claves de um enigma que tentamos resolver desde há muito tempo.
A versatilidade da mitologia da Deusa possibilita que cada mulher reconheça suas próprias experiências e características dentro de seu contexto, desenhando o Caminho que a levará a seu verdadeiro Ser, e por isso podemos dizer: Há uma Deusa em e para cada Mulher.
Os Conjuntos de Deusas
Podemos resumir, de forma didática, as Deusas Arquetípicas em três classes: as Virgens, as Vulneráveis e as Alquímicas, que são a representação, por meio de suas metáforas, do que uma mulher pode fazer de sua diversidade e de seus conflitos interiores, manifestando a complexidade e as múltiplas facetas do funcionamento feminino.
Essas três categorias por sua vez podem ser divididas em outras categorias r fazer com que a lista seja interminável, já que uma deusa pode ser encontrada em várias categorias. Exemplos:
Deusas Virgens, independentes e invulneráveis: Ártemis ou Diana, Ateneia ou Minerva e Vesta. Amam sua liberdade pessoal, suas próprias decisões e não se deixam influir pelos outros. São as artistas, as inovadoras, e funcionam por si mesmas.
Deusas vulneráveis, maternas e emocionais: Hera, Demeter, Perséfone, Çatal Huyuk. São dependentes dos outros; seus sentimentos e sua ação estão muito influenciados por seus próximos. Muito emotivas, correspondem às esposas, mães, filhas.
Deusas de grande fortaleza pessoal: Ísis, Pachamama, Freya e Coatlicue, entre outras. São deusas criadoras, muito fortes e de grande capacidade de realização e contenção. Exercem uma influência na comunidade.
Deusas de Cura: Minerva, Birgit, Yemanjá. São muito inspiradoras, relacionadas principalmente com os elementos água e fogo, conectadas com emoções mais sutis. Ajudam no contato com o amor e as energias mais invisíveis.
Deusas Obscuras ou Ocultas: Innana, Perséfone e Sekhmet, entre outras. São a sombra, porém não que sejam forças negativas: a parte de cada uma que nos custa ver e assumir. Quando as energias dessas deuses saem à luz, ajudam a mulher a desenvolver o sentido mais profundo da Morte, não necessariamente a morte física, mas de todas as trevas interiores, dando assim um sentido de muita energia, transmutação e transcendência.
Deusas da Compaixão: Tara e Kuan Yin. Generosas, meditativas, sanadoras, Elas nos ensinam a meditação, a misericórdia e a bondade. São de origem oriental e irradiam luminosidade e paz com somente sua presença, e, ainda mais, com sua invocação.
Deusa da Boa Sorte: Lakshmi. Do panteão hindu, representa a deidade da fortuna pessoal, da dita no plano espiritual e na terra. Quando aparecem, os jardins florescem e tudo tende a melhorar. É a Roda da Fortuna, o arcano 10 do Tarô, que todos temos em nosso interior.
 
Fonte: Gnosis On Line